Embrapa dá aula sobre agronegócio a jornalistas

Embrapa dá aula sobre agronegócio a jornalistas

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Projeto de “transferência de conhecimento” em parceria com a Texto Comunicação, fala sobre a cadeia leiteira para jornalistas e comunicadores digitais.

A Palestra Contou a participação do Presidente da EMBRAPA Celso Moretti, via teleconferência direto de Brasília fez uma explanação dos trabalhos da EMBRAPA e respondeu a perguntas dos jornalistas e influenciadores digitais.

Celso fez uma explanação sobre o mercado do leite, dizendo que o Brasil no final da década de 60 e início da deca de 70 importava leite e seus derivados, pois o setor produtivo ainda não estava preparado para suprir as demandas do mercado, e hoje com as inovações tecnológicas é um produtor mais preparado. O Brasil atende o mercado interno e ainda consegue exportar o excedente de produção.

Paulo do Carmo Martins diretor da Gado e Leite da Embrapa Juiz de Fora em Minas Gerais falou que o Brasil é uma potência agrícola, que sua produção do agronegócio daria para sustentar sete Brasis, que houve aumento significativo nos índices de produção entre todos os setores, e no setor leiteiro com a utilização de novas tecnologias na produção, e uma nova mentalidade na comercialização o setor tem conseguido se destacar no Agronegócio Brasileiro.

Foto: Divulgação

Falou ainda que o melhoramentos genético, equipamentos modernos de manuseio e trato das matrizes de leite, foi um fator essencial para que toda a bacia produtiva do leite conseguisse contribuir para que o agronegócio tivesse uma boa performance na composição do PIB Brasileiro, participando com aproximadamente 23% do total.

Pedro Arcuri também da Embrapa Gado e leite de Juiz de Fora falou sobre a cadeia de leite e derivados, destacando que a fabricação de queijos no Brasil tem avançado em termos de qualidade, pois os produtores e grandes empresas lácteas tem entregado um produto de excelente qualidade para o consumidor, não ficando devendo em termos de qualidade para os produtores de ouros países.

O Brasil alimenta, hoje, 1/5 do mundo, no total são quase sete Brasis alimentados; em 2019 o país produziu 34 bilhões de litros de leite. O pesquisador da Embrapa Pedro Arcuri listou quais são os principais fatores que levaram a este número:

  • Transformação do Cerrado;
  • Tropicalização dos bovinos;
    • Girolando;
    • Importação de variedades de capim;
    • Trigo tropical;
  • Plataforma de produção sustentável, principalmente com a implantação da Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF);

Outro destaque levantado por Pedro foi a importância do leite na alimentação humana e sua função nutracêutica para o nosso organismo. O pesquisador foi categórico quando perguntado porque somos os únicos mamíferos que, mesmo depois de adultos, continuamos tomando leite “de fato somos bípedes que, percebendo a importância nutritiva do leite, mantivemos o consumo mesmo depois de adultos, se você servir leite a qualquer mamífero, mesmo adulto ele tomará também, vide cachorros e gatos“.

O Workshop ”Tudo sobre a Cadeia do Leite” é uma realização da Texto Comunicações Corporativa, com o apoio da EMBRAPA, e a presença do diretor da ABMRA (Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio) Elcio Inhe; fez parte do 14º Road Show para Jornalistas do Agronegócio e influenciadores digitais.

Durante todo o dia, Técnicos da Embrapa conversaram com os jornalistas explicando como funciona toda a cadeia do Leite em todas as suas fases.

Adaptado do Folha Rondoniense

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.