Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Empresa cria área de preservação de espécies animais em extinção em São Paulo

Uma das maiores produtoras de pescado do Brasil promove a biodiversidade com o reflorestamento da área de preservação em Rifaina (SP) e instalação de transpositores de fauna

Tamanduá-bandeira, Papagaio-galego e Saracura três-potes. Estas e outras espécies de mamíferos e aves em risco de extinção habitam a Área de Preservação Permanente (APP) da Fider Pescados, maior empreendimento de processamento de tilápia do Estado de São Paulo, em Rifaina. A propriedade catalogou 133 espécies de mamíferos, répteis e aves que integram a fauna da mata preservada, que protege o complexo de produção de peixes de cultivo.

“A coleta de dados envolveu uma série de iniciativas, como utilização de armadilhas fotográficas, colocadas em pontos estratégicos da área, e de outros equipamentos para melhor observação dos animais. Os moradores de Rifaina também participaram do processo ao responder questionários, dentro e fora da zona estudada, que auxiliaram o registro nominal das espécies”, informa o médico-veterinário Juliano Kubitza, gerente de operações da Fider Pescados.

Empresa cria área de preservação de espécies animais em extinção em São Paulo 2
Foto: Divulgação

A pesquisa das espécies mostrou que as aves representam 66,91% do total de animais presentes na APP. Mamíferos e répteis são 15,04% e 18,05%, respectivamente.

Juliano Kubitza destaca que a pesquisa foi fundamental para saber quais espécies precisam de mais atenção, considerando risco de extinção. Essa avaliação possibilitou a realização de diversas iniciativas para preservação.

“Nosso objetivo é interferir minimamente nas áreas que fazem parte do remanescente florestal e da área de preservação permanente da nossa propriedade. Por isso, instalamos transpositores de fauna, ligando os maciços florestais. Eles facilitam a locomoção dos animais por cima das vias terrestres. Outro ponto chave foi a realização do reflorestamento da área de preservação permanente” explica Kubitza.

Conheça um dos maiores projetos de piscicultura do Brasil; fotos

O recolhimento dos dados sobre a fauna da Área de Preservação Permanente da Fider Pescados faz parte do estudo que concedeu à empresa a certificação internacional BAP – Best Aquaculture Practices (Melhores Práticas de Aquicultura), no quesito de Fauna, Flora e proteção dos recursos hídricos. A certificação é baseada nos objetivos de desenvolvimento sustentável conforme ONU 2015 e é aceita em todo o mundo.

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM