Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Endectocida nos primeiros dias de vida do bezerro diminui mortalidade

A aplicação de doramectina protege os recém-nascidos do contato com parasitas que podem atrasar o desenvolvimento; Uso de endectocida nos primeiros dias de vida do bezerro diminui mortalidade e melhora a produtividade.

“Frágil, o bezerro exige muita atenção para superar os primeiros desafios da vida e iniciar o processo de desenvolvimento. Para começar, é importante o isolamento da área de nascimento, além de manter o local extremamente limpo. Esses cuidados reduzem de forma considerável a mortalidade dos recém-nascidos, muitas vezes afetados pela diarreia, causada pelo contato com micro-organismos. O uso de endectocidas – antiparasitários com ação eficaz contra parasitas internos e externos – é uma potente solução para proteger os bezerros contra as enfermidades parasitárias, principalmente as miíases logo após o nascimento localizadas no umbigo”, explica o médico-veterinário Thales Vechiato, gerente de produtos para Animais de Produção da Pearson Saúde Animal.

O período seco – normalmente de julho a setembro – concentra o nascimento dos bezerros. É um momento de grande preocupação, pois como mostra o livro “Obstetrícia veterinária”, do autor Nereu Carlos Prestes, doutor em Genética Animal, mais da metade das mortes nessa fase ocorre nos dois primeiros dias de vida. “As razões para isso são diversas. Entre as principais estão o manejo inadequado do colostro, primeiro leite após o parto e responsável por fortalecer o sistema imune, além da queima do umbigo, porta de entrada para infecções”, informa Vechiato.

bezerro com pelagem de cara de feliz
Foto: Divulgação

O especialista da Pearson destaca que “os desafios são grandes desde o nascimento, quando podem acontecer os chamados partos distócicos: apesar de o útero se contrair normalmente, o bezerro não consegue passar pela bacia devido a um bloqueio físico – questão corporal da fêmea ou mal posicionamento do feto. A lista de fatores com impacto negativo inclui desmame, questões genéticas e doenças infecciosas. O uso do princípio ativo doramectina é uma alternativa eficiente para redução da mortalidade relacionada aos parasitas. Somado à higienização adequada do ambiente em que é realizado o parto e a criação do bezerro, obtêm-se resultados positivos em termos de prevenção e controle dos problemas sanitários”, reforça Thales Vechiato.

Quanto à queima do umbigo, o médico-veterinário detalha que deve ser assepsiada até a secura. Ele diz que o endectocida Doramec, funciona como um tipo de barragem de bicheiras, frequentes nessa região do corpo quando não há tratamento adequado. Doramec é um coadjuvante no manejo de bezerros recém-nascidos, não necessita de recomendação veterinária e pode ser incluído em um programa de vermifugação durante as fases de vida seguintes, inclusive na desmame e vacinação contra febre aftosa.

Fonte: Pearson Saúde Animal

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM