Esses são os 4 países que produzem mais alimento

PARTILHAR

Examinaremos, nesta lista, os pontos fortes e fracos agrícolas de cada um dos quatro países – China, Índia, Estados Unidos e Brasil – que produzem mais alimento no mundo.

Os países que produzem mais alimento — China, Índia, Estados Unidos e Brasil — compartilham as vantagens de possuírem grandes populações, amplas áreas reprodutivas e zonas climáticas que permitem plantações diversificadas. Contudo, o papel que a produção de alimento desempenha na economia de cada um deles difere.

Apesar do Brasil não ser o primeiro colocado, segundo os especialistas, ele é o país que mais possui atributos suficientes para continuar a sua expansão, sendo apontado como o Celeiro do Mundo. Examinaremos, nesta lista, os pontos fortes e fracos agrícolas de cada um dos quatro países que produzem mais alimento no mundo.

Uma curiosidade antes de irmos a lista dos país que mais produzem alimentos do mundo. Você sabia que o país que mais exporta alimentos para o mundo não é o Brasil? Pois bem, os Estados Unidos são os maiores exportadores de alimentos, respondendo por mais de 10% do total das exportações globais.

As informações divulgadas aqui, foram copiladas e disponibilizadas pelo SóCientifica, os dados utilizados são do ano de 2020, já que ainda não há relatórios completos do ano de 2021 para realizar tal análise. Lembramos, ainda, que o Brasil segue em grande expansão, quebrando os recordes de produção nas suas safras de grãos e outros.

1. China

Dentre os países que produzem mais alimento, a China foi de longe o principal produtor agrícola de 2020. Do seu resultado de US$ 1,56 trilhão, US$ 1,5 trilhão foi de comida. A produção agrícola inclui alimentos e outros produtos, como seda, lã e tabaco.

A China possui apenas 10% da terra arável do planeta, mas produz um quarto da produção global de grãos, e lidera o planeta na produção de cereais, algodão, frutas, vegetais, carne, ovos e peixes. Ainda que grande parte do território seja muito montanhoso ou árido para a plantação, os ricos solos das regiões ao leste e sul são extremamente produtivos.

Ainda assim, desde 2020, a China importa mais de 23% do seu alimento. Em 2019, ela superou os Estados Unidos e a União Europeia nas importações de produtos agrícolas, num valor de US$ 133,1 bilhões.

2. Índia

O segundo maior país do mundo em termos populacionais, a Índia teve a segunda maior produção agrícola em 2020, num valor de US$ 403,5 bilhões. De toda essa produção, US$ 382 foram de produção de comida, tornando a Índia um dos países que mais produzem alimento.

A Índia é o maior produtor mundial de leite, juta e uma classe de leguminosas que inclui feijão, lentilha e grão de bico). A Índia também é o segundo maior produtor mundial de arroz, trigo, cana-de-açúcar, frutas, legumes, algodão e amendoim.

Ainda que tenha alcançado a autossuficiência em produção de grãos, a Índia ainda depende em grande parte da agricultura de subsistência, sendo de longe o país mais pobre da lista. Dificuldades na infraestrutura e sistemas de distribuição da produção causaram perdas de 40% em algumas plantações.

Apesar desses obstáculos, a Índia continua sendo o maior exportador mundial de açúcar refinado e arroz moído. Grandes portações de arroz, algodão, soja e carne ajudaram a Índia a subir para o 9º lugar entre os exportadores agrícolas globais em 2019, sendo um dos países que produzem mais alimento no mundo.

3. Estados Unidos

Em 2020, os Estados Unidos ficaram em terceiro na produção agrícula total, com US$ 307,4 bilhões, US$ 306,4 bilhões dos quais foram de comida, ainda que empregando uma pequena fração de força de trabalho oriunda da China e Índia.

Milho, carne bovina, soja, laticínios e aves foram as cinco principais commodities agrícolas dos EUA em valor nesse ano.

Em 2020, os Estados Unidos foram os líderes em exportação agrícola, com US$ 147,9 bilhões. Em 2021, o valor das exportações norte-americanas alcançou o valor recorde de US$ 177 bilhões, com um aumento de 25% de exportações para a China, de US$ 33 bilhões.

Canadá, México e Japão também estão dentre os principais importadores dos produtos agrícolas dos Estados Unidos.

4. Brasil

O Brasil foi o quarto maior produtor agrícola de 2020, com uma produção valendo US$ 135,8 bilhões, US$ 125,3 bilhões dos quais foram de comida. Assim, é um dos principais países que produzem mais alimento no mundo.

A economia brasileira tem um foco histórico na agricultura, particularmente na cana-de-açúcar em seu período colonial. A área agrícola do Brasil divulgada pelo IBGE, e disponível na Plataforma Geográfica Interativa, é de 66,4 milhões de hectares em 2018, o equivalente a 7,6% do território nacional, considerando a parte terrestre e marítima do país. A proporção de força de trabalho empregada nessa área se reduziu nas últimas três décadas, sendo de 20% em 1991 para 9% em 2019.

O Brasil é o maior exportador mundial de soja, açúcar bruto, carne bovina congelada e aves. Suas exportações de soja de US$ 28,6 bilhões em 2020 foram as maiores para uma commodity agrícola de um único país. A China adquiriu mais de US$ 30 bilhões das exportações agrícolas do Brasil nesse ano, nove vezes mais do que o segundo maior importador.

Foro Divulgação

Compre Rural com informações do SoCientifica

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.