Exame Andrológico: Avalie a capacidade reprodutiva do touro

Exame Andrológico: Avalie a capacidade reprodutiva do touro

Exame Andrologico
Foto: Divulgação

Exame Andrológico é essencial para avaliar o potencial reprodutivo do Touro, além de aumentar o desempenho, uma vez que doenças e anormalidades no organismo do bovino, podem ser diagnosticadas e tratadas.

O mesmo dever ser realizado antes do período de monta, que ocorre entre os meses de Maio e Junho (por conta da sazonalidade do ciclo), pois pode-se evitar doenças infecto-contagiosas nas vacadas.

O exame baseia-se em:

Exame Geral: Consiste no exame físico do touro, verificando o seu estado geral, aparelho locomotor, olhos, condição corporal, temperatura e auscultação digestiva e pulmonar do bovino.

Exame Clínico: Efectua-se colheita de sangue para pesquisa de Campilobacter fetus, IBR, BVD, BRSV, PI-3, Leptospira, Clamídia abortus, Coxiella burnetti e Neospora. Efectua-se lavagem prepucial para pesquisa de Tritricomonas fetus.

Avaliação do órgão genital interno:Consiste na palpação rectal verificar as glândulas vesiculares e próstata do bovino.

Avaliação do órgão genital externo: Consiste na palpação e avaliação da normalidade do escroto, dos testículos, do epidídimo, dos cordões espermáticos, do prepúcio e do pênis e, se a circunferência escrotal está dentro dos valores standard para a raça e idade do touro.

Exame de Sêmen: Por electroejaculação, com a ajuda do electroejaculador procede-se a recolha de sêmen bovino e análise deste verificando o volume, cor, viscosidade e pH. Utilizando um microscópio será verificado vários parâmetros espermáticos como a mobilidade massal e individual, a morfologia, a proporção de vivos:mortos e, com a ajuda da câmara de Neubauer, a concentração de espermatozoides.

Exame de Libido: Com o uso de uma vaca em cio verifica-se o libido (apetência do touro para cobrir as vacas) e a capacidade de o touro penetrar com o pênis na vagina da vaca. Este é um exame bastante completo, que permite perante os resultados obtidos, dizer quais os touros que estão aptos ou não para reprodução, sem ter que esperar para ver o que acontece e assim evitar-se elevados prejuízos.

Os touros testam-se quando há dúvida de fertilidade num efectivo; todos os anos antes da introdução dos touros na vacada (época reprodutiva) ou quando se pretende adquirir um touro novo para a exploração, efectuando o exame ao novilho pretendido, antes da compra, assegurando assim um investimento seguro e não de sorte. Para qualquer esclarecimento adicional, não hesite em contactar nossa equipa. Teremos todo o gosto em esclarecer qualquer questão.

O desempenho reprodutivo sofrem influências de alguns fatores como: idade, disposição física, hereditariedade, alimentação, manejo entre outros. É indispensável que exista um acompanhamento para cada Reprodutor, constando idade, RGD, Raça e algumas observações relevantes caso haja.

Fonte Apoio Genética