Expopec de Porangatu registra volume de negócios superior a R$ 30 mi

Expopec de Porangatu registra volume de negócios superior a R$ 30 mi

PARTILHAR
Foto: expopec.com.br

Feira reúne mais de 20 mil pessoas para divulgar tecnologias voltadas ao aprimoramento da produção de carne no Centro-Oeste.

Apresentar as novidades tecnológicas para o aperfeiçoamento da pecuária nas áreas de genética, mercado, comercialização, manejo e alimentação, além de promover debates e gerar negócios. Estes foram os objetivos da Expopec 2017 – Exposição das tecnologias voltadas para o desenvolvimento da pecuária -, feira realizada de 23 a 26 de março, em Porangatu (GO). O evento recebeu mais de 20 mil pessoas de 15 estados diferentes no Parque de Exposição Hilton Monteiro da Rocha, resultando em um volume de negócios superior a R$ 30 milhões.

Segundo o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner, a Expopec representa grande parte do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, isso porque o setor pecuário é responsável por 40% do valor bruto da produção e cerca de 70% do PIB em Goiás. “Discussões como essas, técnica e científica, têm um valor agregado muito grande, porque permite levar novas tecnologias, colocando à disposição tudo aquilo que a ciência e a pesquisa desenvolvem a favor da pecuária de corte, da suinocultura e da ovinocaprinocultura. Além disso, a ciência e a pesquisa são os grandes responsáveis pelos avanços do setor pecuário e do agronegócio brasileiro – que têm sustentado a economia brasileira”, diz. Como exemplo do grande sucesso da feira, Schreiner destaca as novas oportunidades dentro da Expopec, que em 2018, além de abordar os mercados bovinos, suínos e ovinos, terá também espaço dedicado a avicultura.

Para o presidente do Sindicato Rural (SR), Gustavo Dourado, a feira oferece aprimoramento tecnológico a Porangatu e para demais cidades da região Norte. Além disso, ele enfatiza a oportunidade aberta para pequenos, médios e grandes produtores, fazendo com que o pecuarista atraia cada vez mais conhecimento, por meio de todas as ferramentas de mercado que hoje ele possui. “Nosso município é conhecido como a capital goiana do bezerro de qualidade. O coração sertanejo do Brasil, por isso, sinto-me honrado em sediar a segunda edição da Expopec, evento nacional, em prol da pecuária de corte”, afirma.

Palestras

Renomados especialistas pesquisadores, técnicos e consultores de mercado estiveram na Expopec. Desde os benefícios da carne vermelha até a criação a pasto foram discutidos ao longo do evento. Manejo bovino, gestão, sucessão feminina, ganho de rendimento, economia, ouvinocultura, suinocultura, pecuária moderna, seleção genética, pecuária lucrativa, vitrine da carne, entre outras, compuseram a programação repleta de informações ao público que compareceu na feira.

Tecnologia de ponta

Presidente da Comissão de Pecuária de Corte da Faeg, Maurício Velloso, diz que as tecnologias presentes na Expopec abrangem todas as características do Estado. “Concluímos com objetivo nossa feira. Ao longo dos dias oferecemos conteúdos de qualidade e um ambiente para negócios. O nosso intuito foi de fazer com que todos estes negócios se tornassem investimentos e principalmente conteúdos integrados a uma gestão e a novas soluções voltadas para as exigências atuais da nossa pecuária”, explica.

Exposição

A Expopec trouxe neste ano o que há de mais moderno na pecuária. Além das palestras, demonstrações e espaços para negócios, a feira contou com exposição, leilões, feira e shopping de animais de diferentes raças de bovinos – nelore, hereford, braford, tabapuã -, ovinos, suínos e equinos. “Neste ano recebemos ouvinos de Pernambuco, gado braford do Rio Grande do Sul e suínos de Minas Gerais, fora outros de todo Brasil que estiveram aqui”, destaca Velloso.

 

NOVIDADES

As novidades sobre os produtos derivados do leite também foi tema de demonstração na feira deste ano. A instrutora do Senar Goiás, Mariele Garaffa, apresentou as variedades de produtos oriundos do leite, além de ter esclarecido dúvidas específicas sobre a produção e o armazenamento dos produtos. Além dessas demonstrações, o Senar repassou orientações sobre biojóias, confinamento, curtimento de couro, selaria, cerca elétrica, doma racional de equinos, etc.

Números da Expopec 2017
Mais de 20 mil pessoas
Volume de negócios superior a R$ 30 milhões
46 expositores
18 palestras
Mais de 500 pessoas nas visitas técnicas

Texto: Gerência de Comunicação da Faeg
http://expopec.com.br/