Exportações podem se recuperar em julho

Exportações podem se recuperar em julho

PARTILHAR
Foto: Confinamento Monte Alegre. (Reprodução: CompreRural)

Após registrarem em junho o pior desempenho desde janeiro de 2011, as exportações brasileiras de carne bovina in natura parecem caminhar para uma recuperação em julho.

Isso porque, até a segunda semana do mês, os embarques eram intensos, somando 73,2 mil toneladas (contra 54.4 mil toneladas em junho), de acordo com dados da Secex.

Se o ritmo atual, de 7,3 mil toneladas por dia, se mantiver até o final do mês, as exportações brasileiras da proteína podem ultrapassar as 150 mil toneladas, um recorde.

Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário pode estar atrelado à greve dos caminhoneiros no final de maio, que impediu que muitos caminhões chegassem aos portos.

Dessa forma, as cargas que ficaram travadas em frigoríficos podem estar sendo escoadas neste mês.

Conforme colaboradores do Cepea, esse contexto trouxe certo ânimo aos agentes do setor, que relatam fraca demanda pela carne no mercado doméstico.

Fonte: Cepea

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com