ExpoZebu começa, confira os lançamentos e reuniões do dia

ExpoZebu começa, confira os lançamentos e reuniões do dia

PARTILHAR
capa da expo zebu 2017
Foto: Divulgação

O primeiro compromisso do dia está marcado para as 9h.  A reunião da diretoria executiva da CNA, feita mensalmente em Brasília, será realizada pela primeira vez na sede da ABCZ e vai reunir 27 presidentes das Federações da Agricultura.

As 10h, no Salão Nobre, tem  coletiva de imprensa sobre o Lançamento do Projeto Turístico Geoparque Uberaba.  O projeto, que tem chancela da Unesco, pretende difundir os pontos turísticos da cidade a partir de um roteiro que inclui também o Parque Fernando Costa.

As 13h30, no Salão Nobre na sede da ABCZ, tem reunião do Núcleo dos Sindicatos Rurais do Triângulo Mineiro.

E as 14h30 a Comissão Nacional de Bovinocultura de Corte, da CNA, atende a imprensa no Salão Vip no Palanque da ABCZ.

Um dos momentos mais aguardados do dia é a Reunião dos Tratadores marcada para as 16h no Tatersal Rubico de Carvalho. Na sequência tem o tradicional churrasco de confraternização.  A turma, que cuida tão bem das estrelas da Expozebu,  ganhou esse ano um alojamento exclusivo: o Residencial ABCZ.  O espaço ocupa uma área de 900m² e tem capacidade para 320 pessoas.  Conta também com um quarto só para as mulheres.  Todos os dormitórios são esquipados com ar condicionado, adequados às leis trabalhistas. “A obra foi  bastante elogiada pelo Ministério do Trabalho e vai servir de modelo para outros parques de exposição do Brasil” afirma o procurador jurídico da ABCZ, Cláudio Fontoura.

No fim das tarde, as 17h30, tem a  Inauguração do Estande Fixo do Sistema CNA/SENAR/FAEMG/Sindicatos.  Que vai receber o nome do ex-presidente da CNA, da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG) e do SENAR, Ernesto de Salvo.   Para o diretor Rivaldo Machado Borges Júnior “a obra fortalece ainda mais o elo que já existe entre a ABCZ e as entidades de classe. Essa proximidade física vai agilizar as decisões, as parcerias e favorecer ainda mais o Produtor Rural”.

Via ABCZ

PARTILHAR