Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Fatores conflitantes devem esvaziar negócios de café no Brasil

O mercado brasileiro de café inicia a terça-feira influenciado por fatores conflitantes aos preços. Enquanto as cotações da commodity caem na Bolsa de Nova York, o dólar mostra firmeza frente ao real nos primeiros negócios.

Neste contexto, a comercialização deve ser escassa. Na segunda-feira, o mercado brasileiro de café apresentou preços mais altos. Com o feriado em algumas regiões de café (Dia da Consciência Negra), como São Paulo e Minas Gerais, o mercado perdeu liquidez. Os preços subiram bem por conta da alta do arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US), mas o dólar em baixa e a oferta curta limitaram as negociações. O conilon teve preços estáveis diante das perdas do robusta em Londres e no dólar.

O café arábica bebida boa com 15% de catação ficou em R$ 900,00/905,00 a saca, no comparativo com R$ 880,00/885,00 a saca do dia anterior. No cerrado mineiro, arábica bebida dura com 15% de catação teve preço de R$ 905,00/910,00 a saca, contra R$ 885,00/890,00 do dia

anterior.

Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 755,00/760,00 a saca, contra R$ 740,00/745,00 anteriormente.

O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, ficou em R$ 655,00/660,00 a saca e o 7/8 em R$ 650,00/655,00.

Nova York

  • Os contratos com entrega em março/24 registram baixa de 0,70%na Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE), cotados a 169,95 centavos de dólar por libra-peso.
  • Os contratos com entrega em março/2024 do café arábica encerraram a sessão negociados a 170,40 centavos (+2,3%).

Câmbio

  • O dólar comercial opera com alta de 0,49% a R$ 4,8749.

Indicadores financeiros

  • As principais bolsas da Ásia fecharam em baixa. Xangai, -0,01%; Tóquio, -0,10%
  • As principais bolsas na Europa operam mistas. Paris, -0,23%; Frankfurt, +0,23%; Londres, -0,49%.
  • O petróleo registra cotações mais baixas. O WTI para janeiro recua 0,52%, a US$ 77,42 o barril.

Agenda

Terça-feira (21/11)

  • EUA: A ata da última reunião de política monetária do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), realizada entre os dias 31 de outubro e 1 de novembro, serão divulgadas às 16h pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).
  • Dados sobre as lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

Quarta-feira (22/11)

  • EUA: A posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada será publicada às 12h30 pelo Departamento de Energia (DoE).

Quinta-feira (23/11)

  • Feriado nos EUA – Dia de Ação de Graças.
  • Eurozona: O Banco Central Europeu (BCE) publicará a ata da última reunião de política monetária às 9h30.
  • Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.
  • Relatório de condições das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, na parte da tarde.
  • Dados sobre o desenvolvimento das lavouras no RS – Emater, na parte da tarde.

Sexta-feira (24/11)

  • Japão: O índice de preços ao consumidor de outubro será divulgado às 20h30 pelo departamento nacional de estatísticas.
  • Alemanha: O Produto Interno Bruto (PIB) do 3T23 será divulgado às 4h pelo Destatis.
  • Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 10h30.
  • O Imea divulga relatório sobre a evolução das lavouras no Mato Grosso.

Fonte: safras.com.br

VEJA TAMBÉM:

ℹ️ Conteúdo publicado pela estagiária Ana Gusmão sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM