FMI diz que até 20 países podem precisar de assistência emergencial

PARTILHAR
Foto: Divulgação

O Fundo aprovou na sexta-feira uma nova janela de empréstimos voltados a choques alimentares sob seus instrumentos de financiamento de emergência.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) disse nesta segunda-feira que até 20 países, muitos na África, podem precisar de assistência emergencial para lidar com a crise alimentar global.

Em uma conferência na Arábia Saudita, a diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, também disse que 141 milhões de pessoas em todo o mundo árabe estão expostas à insegurança alimentar.

O Fundo aprovou na sexta-feira uma nova janela de empréstimos voltados a choques alimentares sob seus instrumentos de financiamento de emergência existentes para ajudar os países vulneráveis ​​a lidar com a escassez de alimentos e os altos custos decorrentes da guerra da Rússia na Ucrânia.

Georgieva afirmou que 48 países ao redor do mundo estão particularmente expostos à crise alimentar.

“Dos 48 países, cerca de 10 a 20 provavelmente pedirão (por assistência de emergência)”, disse. Georgieva acrescentou que “muitos deles” estão na África Subsaariana.

“Estamos aqui para vocês”, ela prometeu aos membros no evento.

O FMI reforçará o coro que defende o combate às restrições ao comércio de alimentos, a fim de aliviar a situação, e planeja financiar a janela de choque alimentar por meio de alocações de Direitos Especiais de Saque (SDRs, na sigla em inglês) do ano passado.

Países de toda a região do Oriente Médio e além têm agido para apoiar os Estados que lutam contra a elevada inflação de alimentos e a escassez agravada pelo cenário geopolítico e pelo risco crescente de uma recessão global.

Georgieva disse em um comunicado que os países árabes do Golfo “planejam fazer mais compromissos em breve” após o recente anúncio do Grupo de Coordenação Árabe de desembolso de 10 bilhões de dólares iniciais para aliviar a crise global de abastecimento de alimentos.

Fonte: Reuters

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com