Gigante do agro, Amaggi, alcança frota com mais de 1.100 caminhões

AMAGGI, uma das gigantes do agronegócio brasileiro, além de possuir uma das maiores frotas do país, ela agora terá maior frota rodoviária do agro movida com biodiesel B100; Confira os detalhes abaixo!

A AMAGGI, que integra o grupo seleto das cinco maiores empresas do agro brasileiro, contará com a maior frota rodoviária de caminhões do agro abastecida com biodiesel 100% (B100). Após um longo período de testes homologados, a companhia investiu na aquisição de 100 caminhões totalmente prontos para rodar com o combustível sustentável. A importante ação faz parte da estratégia de descarbonização da empresa, em linha com sua meta SBTi de reduzir suas emissões de gases de efeito estufa até 2035. A AMAGGI produz anualmente cerca de 1,2 milhão de toneladas de grãos e fibras, entre soja, milho e algodão, contando agora com uma das maiores frotas de caminhões do país.

Os novos caminhões são da marca Scania, modelo 500 R 6×4 Super. Além dos 100 veículos adaptados ao biodiesel, a AMAGGI também adquiriu junto ao mesmo fabricante outros 250 caminhões modelo convencional 560 R 6×4 Super, que irão atender o plano de ampliação da frota rodoviária da companhia. Ambos são Euro 6, com motores que atendem a nova lei de redução de emissões de poluentes, em vigor desde janeiro de 2023.

Os 100 veículos movidos a B100 devem ser entregues a partir de maio deste ano, já saindo prontos da Scania para rodar com esse tipo de combustível. Somando a essa grande compra, a AMAGGI informou ainda que adquiriu outros 100 caminhões da fabricante Volvo. Os veículos, modelo FH 540 6×4, integrarão a frota rodoviária da AMAGGI, atendendo corredores logísticos estratégicos para a companhia.

Atualmente, a frota própria conta com 700 caminhões, devendo fechar o ano de 2024 com 1100 unidades. Segundo o CEO da AMAGGI, Judiney Carvalho, a compra vem atender o planejamento da empresa de seguir atuando de forma sinérgica dentro da cadeia de grãos e fibras. Empresa é uma das maiores empresas brasileiras de grãos e fibras do mundo.

“A AMAGGI vem sendo pioneira no uso de modais logísticos sustentáveis, como na navegação fluvial do arco norte e entendemos que o uso do biodiesel vem na mesma direção, atendendo os objetivos de descarbonização das operações da empresa”, comentou o CEO da AMAGGI.

“Olhamos para o futuro, com a ampliação não só da frota rodoviária movida a B100, mas também com a extensão do uso desse combustível para frota fluvial, de tratores e outros maquinários agrícolas que há anos já vem sendo testados pela AMAGGI”, complementa Carvalho.

“Sonhamos em ter, um dia, toda nossa frota cem por cento abastecida com biodiesel e vamos preparar a empresa para isso”, diz.

Judiney comenta que está satisfeito com os resultados dos testes com a utilização do B100 pela vantagem de ser produzido a partir de fontes renováveis. Além disso, ele acrescenta que o uso desse combustível se mostra muito mais sustentável do ponto de vista das emissões de gases, como o monóxido de carbono.

Judiney Carvalho, CEO da AMAGGI. (Foto: Divulgação)

Frota própria

O crescimento da frota rodoviária ao longo dos anos é um processo natural dentro da empresa, considerando a importância da logística não só para a AMAGGI, mas para a cadeia do agronegócio como um todo. A empresa já tem uma longa experiência na administração de sua frota fluvial.

“Trata-se de uma grande compra histórica para impactar o mercado, pois é a nossa primeira venda de caminhões 100% movidos a biodiesel originais de fábrica. A AMAGGI e a Scania mostram o quanto estão preocupadas em viabilizar um ecossistema de transporte mais sustentável. Todo o ciclo sustentável está completo neste exemplo de sucesso, pois a fábrica de biodiesel é da própria AMAGGI”, afirma Simone Montagna, presidente e CEO da Scania Operações Comerciais Brasil.

Além dos 100 caminhões 100% a biodiesel, o outro lote de 250 caminhões 560 R 6×4 Super reforça a força da Scania no agro, nas aplicações com composições de tração 6×4. Do total das vendas da Scania, em média, anualmente, 44% vão para o agro.

“A AMAGGI fez uma escolha acertada, pois este produto tem o maior torque do mercado, obtendo uma velocidade média maior na subida de uma serra, por exemplo, em decorrência do seu potente motor, o que vai proporcionar muito mais rentabilidade à empresa. Celebramos esta venda de 350 unidades com um de nossos maiores clientes”, complementa.

Sobre a AMAGGI

Fundada em 1977, a AMAGGI é a maior empresa brasileira de grãos e fibras. Presente em diversas etapas da cadeia do agronegócio, a companhia atua na produção agrícola de grãos, fibras e sementes, originação, processamento e comercialização de grãos e insumos. Além de transporte fluvial e rodoviário de grãos, operações portuárias, geração e comercialização de energia elétrica renovável.

Com sede em Cuiabá (MT), a AMAGGI está presente em todas as regiões do Brasil, com fazendas, armazéns, escritórios, fábricas, frota fluvial e rodoviária, terminais portuários e centrais hidroelétricas. São 74 unidades localizadas em 42 municípios de nove estados. No exterior, a empresa possui unidades e escritórios na Argentina, China, Holanda, Noruega, Paraguai, Suíça e Singapura.

A AMAGGI produz anualmente cerca de 1,2 milhão de toneladas de grãos e fibras, entre soja, milho e algodão. A Companhia possui uma base de relacionamento comercial de aproximadamente seis mil produtores rurais e, em 2022, comercializou cerca de 18,6 milhões de toneladas de grãos e fibras em todo o mundo.

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Indubrasil, a raça de orelhas grandes que encanta a pecuária

Como uma raça de dupla aptidão, capaz de produzir tanto leite quanto carne de qualidade, o gado oferece uma solução prática e eficiente para os desafios enfrentados pelos criadores. Sua habilidade de se ajustar a diferentes ambientes e sistemas de criação o torna uma escolha versátil, adequada para uma variedade de contextos na pecuária brasileira;…

Continue Reading Indubrasil, a raça de orelhas grandes que encanta a pecuária

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM