Gigantes do Agro firmam parceria para redução de gases de efeito estufa

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Juntas, as dez empresas que assinaram o acordo respondem por mais da metade das exportações de soja brasileira.

Dez empresas globais de commodities agrícolas anunciaram um compromisso conjunto para reduzir as emissões de gases de efeito estufa em suas cadeias produtivas. Segundo comunicado, a intenção é identificar e aplicar soluções em larga escala também para reduzir o desmatamento.

As empresas – AMAGGI, ADM, Bunge, Cargill, Golden Agri-Resources, JBS, Louis Dreyfus Company, Olam, Wilmar and Viterra – emitiram uma declaração conjunta se comprometendo a um roteiro setorial. Juntas, as empresas gerenciam mais da metade das exportações de soja brasileira e comércio de óleo de palma global.

“Tendo reconhecido nosso papel como um dos maiores players mundiais do agronegócio, anunciamos recentemente novas metas ESG, bem como o novo compromisso ‘Rumo a uma Cadeia de Grãos Livre de Desmatamento e Conversão’, com ambições relacionadas a florestas, clima, ética, governança e direitos humanos. Aderimos à iniciativa da Science Based Targets (SBTi), por meio da Campanha Business Ambition for 1.5° C, e nos integramos ao Movimento Race to Zero da ONU, destacando a AMAGGI como a primeira empresa brasileira de grãos a perseguir tais ambições”, disse Judiney Carvalho, Presidente Executivo da AMAGGI.

O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) estima que 23% das emissões globais de gases de efeito estufa estão associadas ao uso da terra, incluindo 11% das emissões por desmatamento e conversão de ecossistemas naturais.

O compromisso das empresas se baseia nas iniciativas existentes para definir um caminho para cumprir as metas de 1,5°C, trabalhando com outros atores da cadeia de suprimentos e governos.Outro objetivo é aumentar o apoio e incentivos a pequenos proprietários e agricultores, diz o comunicado conjunto.

Fonte: Globo Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com