Gigantes JBS e Alibaba fecham acordo de R$ 5 bilhões

Gigantes JBS e Alibaba fecham acordo de R$ 5 bilhões

PARTILHAR
Jack Ma após tocar o sino de estreia da Alibaba na Bolsa NYSE, em setembro de 2014
Jack Ma após tocar o sino de estreia da Alibaba na Bolsa NYSE, em setembro de 2014 / Foto: Jewel Samad

JBS fecha acordo de até US$ 1,5 bilhões com gigante Alibaba para venda de carne para mercado chinês.

A gigante de carnes JBS, dos irmãos Batista, informou na terça-feira, 6, que assinou um memorando de entendimentos com a gigante chinesa de e-commerce Alibaba para vender carnes na China, em um acordo que pode movimentar até US$ 1,5 bilhão (convertido alcança mais de 5 bilhões de reais) em três anos.

O documento foi assinado por Renato Costa, presidente da JBS Carnes Brasil, e Richard Wang, executivo da Win Chain, subsidiária da gigante Alibaba que é dedicada à indústria de alimentos frescos e que coordena a cadeia de suprimentos da companhia, afirmou a empresa brasileira em comunicado ao mercado.

Segundo a JBS, o acordo comercial permitirá expandir negócios da dona da marca Friboi nos mercados para clientes corporativos e consumidor final da China, principalmente para carne bovina. O país é um dos principais destinos dos produtos da gigante brasileira.

A companhia já vinha fazendo testes com o Alibaba para atender à demanda de cortes e embalagens da varejista eletrônica. Os primeiros embarques para atender a pedidos devem acontecer em 30 dias.

No Brasil, a JBS, líder do segmento, adotou uma estratégia agressiva de varejo próprio, com a abertura de lojas da Swift para vender diretamente ao consumidor. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Frangos não usam hormônios, e sim, genética

Pneu de soja: sustentável, econômico e totalmente renovável

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.