Glifosato não é cancerígeno e não oferece riscos à saúde

Glifosato não é cancerígeno e não oferece riscos à saúde

PARTILHAR
Foto Divulgação.

EPA conclui que os benefícios superam os riscos ecológicos potenciais quando o glifosato é utilizado de acordo com o rótulo de instruções.

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês) reafirmou na quinta-feira que o glifosato não causa câncer e não oferece riscos à saúde humana. A afirmação veio após a conclusão de uma revisão regulatória sobre o herbicida, que é o mais utilizado no País.

“A EPA não identificou riscos à saúde humana decorrentes da exposição ao glifosato”, afirmou a agência em comunicado.

Para mamíferos e aves, no entanto, a entidade aponta que há “potenciais riscos ecológicos”, porém, limitados à área de aplicação e arredores.

A empresa ressalta, contudo, que as qualidades do herbicida são maiores do que os possíveis prejuízos. “A EPA conclui que os benefícios superam os riscos ecológicos potenciais quando o glifosato é utilizado de acordo com o rótulo de instruções”, disse a empresa.

Fonte: Estadão Conteúdo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com