GM libera vídeo e mostra Nova Montana, SENSACIONAL

PARTILHAR

A Nova Chevrolet Montana, que já está em fase final de testes, chega para ganhar o mercado e mostrar um novo conceito; GM diz que será a picape com menor nível de ruído ao rodar do segmento!

Depois de diversas unidades camufladas pelas ruas do Brasil, a Chevrolet confirma que a picape Montana está em fase final de desenvolvimento. Desenvolvida com a mesma base de Tracker, Onix e Onix Plus, chega aos concessionários da América do Sul em 2023, mas nada impede aparecer ainda este ano.

Em outras palavras,  a nova Montana será um automóvel completamente novo e irá estrear um conceito inédito de picape para a marca. O conjunto de novidades se traduz em um automóvel mais moderno, com melhor dinâmica, eficiência e conteúdo tecnológico.

Sua produção será em São Caetano do Sul (SP), mas o complexo de testes de Indaiatuba (SP) é o responsável por todo esse processo para a Montana. Desde a construção dos protótipos, que podem custar até 20 vezes mais que um carro final, até testes de ruídos e durabilidade, tudo passa pelo Campo de Provas de Cruz Alta.

Laboratórios e dinamômetros são usados para, segundo a Chevrolet, fazer a picape com menor nível de ruído e vibração ao rodar do segmento. 

A Chevrolet Montana está em fase final de desenvolvimento. Por isso, as unidades que estão pelas ruas já usam apenas uma camuflagem adesiva e já abriram mão das placas que escondem o desenho do carro – os últimos flagras publicados da picape já nos deixam até ver detalhes de versões, como rodas maiores e santantonio e até mesmo faróis de LEDs e lanternas traseiras interligadas. Nesta fase, peças definitivas já são colocadas em testes de rodagem e uso fora do ambiente controlado da pista de testes.

“A GM tem uma fábrica especializada em protótipos. E para montar cada um deles, pode levar mais de seis meses e 50 pessoas envolvidas. Construir um carro de forma quase artesanal com o mesmo nível de desempenho e resistência de um modelo de série chega a ultrapassar 20 vezes o preço de um carro tradicional”, explica Dulio Freitas, gerente sênior de Engenharia Experimental da GM América do Sul, em nota divulgada.

Veja a Montana 2023 em testes finais

Ainda existe um certo mistério sobre a nova Montana, como seu interior e motorizações, mas existe alta possibilidade do uso do 1.2 turbo que está no SUV Tracker, com um câmbio automático de 6 marchas e tração apenas dianteira.

Tecnologias como frenagem automática, alerta de ponto-cego e assistente de faixas são esperados como itens de segurança ativa. O lançamento acontece em 2023, mas existe uma possibilidade da picape ainda aparecer em 2022 ao menos para apresentar seu visual e alguns detalhes ao mercado da América do Sul. 

Com base em todos os flagras registrados até agora, sabe-se que a nova Montana 2023 crescerá em porte e terá sempre cabine dupla. Para se ter ideia de suas dimensões, seu tamanho deverá ficar em aproximadamente 4,70 metros de comprimento, mais próximo da Oroch, sendo maior que a Fiat Strada (4,47 m) e menor que a Toro (4,94 metros).

Galeria Montana

Sua plataforma será a mesma usada pelo Tracker, com a expectativa que ao menos o motor 1.2 turbo de 133 cv e 21,4 kgfm de torque do SUV compacto seja compartilhado. Outra aposta fica para o motor 1.3 usado no Tracker chinês, como apontado pelos colegas da revista Quatro Rodas.

Esse propulsor rende seus 164 cv e 24,4 kgfm de torque, um propulsor que parece mais adequado a proposta de uma picape pela maior força. A transmissão deverá ser manual ou automática, sempre de 6 marchas, enquanto a tração deverá ser apenas dianteira.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com