Goiás regulamenta vaquejada como prática desportiva

Goiás regulamenta vaquejada como prática desportiva

PARTILHAR
Foto Divulgação

O texto aprova a prática da vaquejada nas modalidades amadora e profissional, mas garante punição para casos de maus-tratos dos animais.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, sancionou nesta semana a lei que regulamenta a vaquejada como prática desportiva no estado. A lei prevê, no artigo 2º, que a vaquejada é “todo e qualquer evento de natureza competitiva, seja profissional ou amador, no qual uma dupla de vaqueiro a cavalo persegue animal bovino, objetivando dominá-lo”.

O projeto original foi apresentado pelo deputado estadual Henrique Arantes e aprovado, em março deste ano, na Assembleia Legislativa de Goiás.

Ainda de acordo com a lei, a vaquejada poderá ser organizada nas modalidades amadora e profissional, mediante inscrição dos vaqueiros em torneio patrocinado por entidade pública ou privada, e fica obrigado aos organizadores adotar medidas de proteção à saúde e à integridade física do público, dos vaqueiros e dos animais.

Foi instituído também que o vaqueiro que, por motivo injustificado, se exceder no trato com o animal, ferindo-o ou maltratando-o de forma intencional, deverá ser penalizado, nos termos da Lei de Crimes Ambientais, culminando com a exclusão da prova e multa.

http://52.88.89.168/capim-que-pode-matar-os-cavalos/

Fonte: Canal Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com