Greve dos caminhoneiros: associados da Aproleite descartam 150 mil L/dia

Greve dos caminhoneiros: associados da Aproleite descartam 150 mil L/dia

PARTILHAR
capa-exportação-de-leite
Foto Divulgação.

Comunicado da APROLEITE Sudoeste de Minas sobre a paralisação dos transportes.

A APROLEITE SUDOESTE DE MINAS vem comunicar seus sentimentos de tristeza, indignação e revolta com nossos governantes, por conta da situação causada pelo aumento abusivo dos preços e tributação dos combustíveis, especialmente do diesel, do qual também somos diretamente dependentes, assim como nossos parceiros caminhoneiros.

A partir de hoje, nossos produtores associados, com muito ressentimento e dor no coração, serão obrigados a descartar mais de 150 mil litros de leite por dia, devido à paralisação dos transportes.

Leite esse que centenas de pessoas envolvidas labutaram desde a madrugada até a noite para produzir, com todo o cuidado sanitário e qualidade. Esse alimento nobre será descartado como chorume nas fazendas, enquanto tantas pessoas necessitam dele, pois somos proibidos de doá-lo sem que seja pasteurizado.

Não bastasse o desperdício e o prejuízo, ainda corremos o risco de não termos alimentos suficientes para saciar a fome dos nossos animais, milhares deles.

Nós, do agronegócio brasileiro, que há tempos trabalhamos carregando o Brasil nas costas, salvando sua economia da incompetência e roubalheira governamental, não podemos aceitar mais tamanho descaso e cinismo do Governo. Temos também que protestar.

Solicitamos que nossos representantes legais, em nosso caso a FAEMG e CNA, se mobilizem junto ao Governo em nossa defesa. E que nossos Sindicatos de Produtores Rurais também o façam.

Que providenciem logo uma negociação com os caminhoneiros e evitem um mal maior, e que façam da nossa pátria uma nação mais digna para se trabalhar, produzir e viver!

Marcelo Maldonado Cassoli – Presidente da Aproleite Sudoeste de Minas.

Fonte: Aproleite Sudoeste de Minas

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

1 COMENTÁRIO