Gripe aviária letal atinge granja avícola de Delaware com 1,2 milhão de aves

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Segundo as autoridades, todas as aves da fazenda infectada no condado de New Castle, Delaware, serão abatidas para impedir a propagação da doença.

Uma granja comercial em Delaware com 1,2 milhão de aves foi atingida por uma forma altamente letal de gripe aviária, disse o Estado nesta quarta-feira, expandindo significativamente um surto que matou galinhas e perus dos Estados Unidos. O surto eleva o número total de aves comerciais dos EUA afetadas pela doença para cerca de 1,65 milhão nas últimas duas semanas.

Os surtos prejudicam os produtores, matando seus rebanhos e desencadeando restrições à exportação. O Japão bloqueou ovos de Delaware no último golpe ao setor. Todas as aves da fazenda infectada no condado de New Castle, Delaware, serão abatidas para impedir a propagação da doença e não entrarão no sistema alimentar, disseram autoridades estaduais. Eles acrescentaram que os produtos de aves ainda são seguros para comer e que os seres humanos não correm risco.

A granja foi infectada com uma gripe aviária do tipo H5 altamente patogênica, que causa alta mortalidade nas aves. É a mesma cepa confirmada recentemente em operações comerciais de aves em Indiana e Kentucky e em aves selvagens. Acredita-se que as aves selvagens tenham transportado o vírus para a América do Norte. Já era difundido na Europa e afetando aves na Ásia e África. 

O surto de Delaware é o primeiro caso de gripe aviária altamente patogênica no estado em uma granja comercial desde 2004, disseram autoridades. Não se sabe exatamente como a fazenda foi infectada, disse o secretário de Agricultura de Delaware, Michael Scuse, em comunicado.

Enquanto isso, em Indiana, autoridades relataram na quarta-feira um surto suspeito de gripe aviária altamente patogênica em uma quinta fazenda comercial de perus. Cerca de 36.000 aves da fazenda foram abatidas, elevando o número total de perus afetados em Indiana para quase 155.000 desde 8 de fevereiro, disse o estado. 

Fonte: Reuters

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com