Gustavo Pires Ribeiro: Empreendedorismo no campo e no escritório

Gustavo Pires Ribeiro: Empreendedorismo no campo e no escritório

Foto: Divulgação

Gustavo foi um dos primeiros a trazer exemplares da raça Angus à Mato Grosso para inseminação artificial, prática popular no estado.

Série – Vida de Técnico

Quem nasceu para a pecuária, não mede esforços para estar junto ao campo. Durante a infância, Gustavo Pires Ribeiro, 40 anos, passava as férias e as horas livres na propriedade de sua família, em Tupã (SP), sua cidade natal, que hoje é motivo de orgulho para o então aguaboense.

O seu avô, Antônio Ribeiro, também buscava o neto no colégio, durante o intervalo, para passarem tempo no curral da fazenda. Eles se aventuravam “escondidos” da família, mas quase sempre eram descobertos, já que a mãe de Ribeiro, Nilce de Lourdes Pires Ribeiro, 63 anos, era sua professora de matemática na escola. “Meu avô foi muito importante na minha criação, nossa relação foi muito forte. A primeira vez que eu andei, foi com ele”, relembra, saudoso dos avós paternos, já falecidos.

A paixão pelo meio rural também foi herdada de seu pai, Antônio Carlos Ribeiro, 66 anos, que era gerente de uma fazenda em Ribeirão Preto (SP). Anos mais tarde, a família decidiu investir nos próprios negócios. A empresa começou a dar bons resultados e, em 1994, expandiram os empreendimentos para Mato Grosso, nos municípios de Água Boa e Canarana.

Em busca por maior qualificação, o pai, que é administrador de empresas, sonhava que entre os seus três filhos, pelo menos um estudasse Medicina Veterinária e outro Agronomia. Ribeiro, sendo o mais velho e apaixonado pelos animais, optou em cursar veterinária.

Ainda em 1994, Ribeiro mudou-se para Marília (SP), para estudar na Universidade de Marília (Unimar). Foi nas aulas da faculdade que o técnico ouviu falar pela primeira vez na raça Angus. Quatro anos depois, com o diploma em mãos, começou a trabalhar nas fazendas do grupo Estância Bahia Leilões, em Água Boa (MT), aprofundando seus conhecimentos com o cruzamento industrial.

Na mesma época, entrou para a Agropecuária Leopoldino, tornando-se gerente geral das fazendas do grupo, atividade que exerce até hoje.

Entusiasmado com a área, Ribeiro abriu, em 2001, a M@nejo, sua primeira empresa da assessoria agropecuária. Neste meio tempo, seu pai decidiu vender as fazendas da família para investir em outros projetos.

Determinado a gerenciar seu próprio negócio, o técnico fundou, em 2006, a Corret@ Consultoria Agropecuária, empresa que administra atualmente e que tem sede em Água Boa.

Ribeiro foi um dos primeiros a trazer exemplares da raça Angus à Mato Grosso para inseminação artificial, prática popular no estado. “Sempre fui apaixonado pela raça Angus. A raça é a mais completa, devido ao marmoreio e alta precocidade. Sou adepto em usar o touro Angus na vaca Nelore, proporcionando uma carne de melhor qualidade com precocidade”, ressalta o técnico, que também é representante da CRI Genética, Globalgen e, além disso, também auxilia seus clientes na compra e venda de propriedades rurais em todo Brasil.

Em 2010, junto com Agropecuária Leopoldino, iniciou o primeiro leilão Mega Cruza, que hoje se tornou o maior leilão de cruzamento industrial do Brasil. Admirador da raça, em meados de 2016, soube de oportunidade para inspetor técnico da Associação Brasileira de Angus.

Após o período de processo seletivo e treinamento, Ribeiro entrou para o time no final do ano passado, tornando-se o primeiro inspetor técnico da Angus no Mato Grosso. Além disso, todo ano ele participa do Beef Tour, que é uma gira técnica organizada pela CRI Genética nos Estados Unidos e que tem como objetivo capacitar médicos veterinários e criadores sobre o mercado da genética e inseminação artificial.

Boa parte desta história foi testemunhada pela sua esposa, a advogada Luciana Almeida Ribeiro, 41 anos. O casal se conheceu na escola, ainda quando morava em Tupã. Após namoro de nove anos, a oficialização do matrimônio ocorreu em 2001.

Gustavo Pires Ribeiro: Empreendedorismo no campo e no escritório
Gustavo Pires Ribeiro: Empreendedorismo no campo e no escritório
Foto: Associação Brasileira de Angus

Formação: Universidade de Marília (Unimar)
Natural de: Tupã (SP)
Região de atuação: Cidades do Vale do Araguaia, no Mato Grosso (MT)
Qual foi a primeira vez que ouviu falar na raça Angus: Na faculdade
Há quanto tempo atua junto à Associação Brasileira de Angus: Um ano
Uma receita infalível com carne Angus: Bife ancho mal passado
Um rebanho inesquecível: No Brasil, o da Casa Branca, e nos Estados Unidos, Schaff’s Angus Valley, em Dakota do Sul

Escrito por Laura Berrutti, ABA.

Fonte: Assessoria Agropecuária

-- conteúdo relacionado --
Agropecuária brasileira é do tamanho do Brasil Por Tereza Cristina O Brasil deve colher neste ano quase 230 milhões de toneladas de grãos, exibindo desempenho extraordinário do nosso setor agrop...
Embrapa traça perfil produtivo da região pantaneir... Venda de boi magro trouxe um grande potencial econômico ao Pantanal no passado. Hoje, os pecuaristas apostam na produção de bezerros e bezerras de qua...

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
21 anos, Jales/SP. Estudante de Jornalismo, fotógrafa e estagiaria em Assessoria de Imprensa. Contato: jornalismo@comprerural.com