Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Hidrovias do Brasil aumentará sua capacidade operacional no Sistema Norte

Companhia foi autorizada a explorar cerca de 62 mil m² de área disponível em espelho d’água no Porto organizado de Vila do Conde, no Pará.

A Hidrovias do Brasil, empresa de soluções logísticas, foi a vencedora do processo seletivo simplificado realizado pela Companhia Docas do Pará (CDP), para uso e exploração de área disponível em espelho d’água, com mais de 61 mil m², para a realização de operação de transbordo de granel sólido vegetal e mineral no Porto organizado de Vila do Conde, Barcarena, Pará.

Com esse movimento, a companhia passará a ter, partir de 2024, capacidade operacional estimada de cerca de 8 milhões toneladas por ano no Sistema Norte e o volume a ser operado na área deve corresponder a aproximadamente 700 mil toneladas por ano. Os trabalhos serão iniciados a partir da celebração do contrato de uso temporário entre a Hidrovias do Brasil e a CDP, e após a obtenção de todas as licenças e autorizações necessárias. O contrato tem duração de quatro anos, com possibilidade de renovação pelo mesmo prazo.

O CEO da Hidrovias do Brasil, Fabio Schettino, destaca o compromisso da empresa em reforçar a operação da companhia, “Esse movimento está em linha com a nossa estratégia de incremento modular de capacidade no Corredor Norte, com baixa necessidade de investimento e retorno no curto prazo, complementando as operações atuais do nosso Terminal de Uso Privado (TUP) em Barcarena, aumentando a nossa força operacional na região e sem geração de capacidade ociosa”, analisa o executivo.

A companhia segue investindo na operação do Sistema Norte para ampliar ainda mais a eficiência operacional. Somente neste ano, a empresa iniciou as viagens do comboio de 35 barcaças, aumentando a capacidade de transporte em 40%, e recebeu dois novos empurradores troncais e dois empurradores elétricos para ampliar e modernizar ainda mais a frota.

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM