IGC mantém projeção da safra global de grãos em 2,256 bilhões de t

PARTILHAR
vários-grãos
Foto: Divulgação

Caso confirmado, o volume total de grãos será 1,48% menor do que o estimado para a temporada 2021/22, de 2,290 bilhões de toneladas.

Conselho Internacional de Grãos (IGC, na sigla em inglês) manteve sua previsão de produção global de grãos na temporada 2022/23 em 2,256 bilhões de toneladas, de acordo com relatório mensal divulgado nesta quinta-feira (20).

Segundo o conselho, a previsão leva em consideração que a redução mensal de produção para o milho tem sido compensada por uma estimativa atualizada de cevada.

Caso confirmado, o volume total será 1,48% menor do que o estimado para a temporada 2021/22, de 2,290 bilhões de toneladas.

A estimativa para o consumo mundial de grãos foi reduzida de 2,274 bilhões de toneladas para 2,271 bilhões de toneladas.

A previsão de estoques foi diminuída de 587 milhões de toneladas para 584 milhões de toneladas.

O IGC afirmou em nota que o resultado está parcialmente ligado a reduções do consumo para rações, alimentos e usos industriais, mas considera estoques iniciais menores do que os estimados anteriormente.

Produção de grãos

Para a soja em 2022/23, o IGC reduziu a estimativa de produção em 1 milhão de toneladas.

A previsão passou de 387 milhões de toneladas estimadas em setembro para 386 milhões de toneladas no relatório atual, em comparação com os 355 milhões de toneladas de 2021/22.

Foto: Celso Junior/AE

Segundo o IGC, a previsão considera perspectivas reduzidas para os Estados Unidos e a Índia, superando os ganhos de produção do Brasil.

A projeção de consumo da oleaginosa foi mantida em relação a setembro, em 378 milhões de toneladas, ante 364 milhões de toneladas no ciclo anterior.

Já a projeção de estoques foi elevada para 54 milhões de toneladas, 1 milhão de toneladas a mais do que o projetado em setembro.

O volume do estoque final de soja de 2021/22 subiu de 44 milhões de toneladas para 46 milhões de toneladas.

Quanto ao milho, o conselho diminuiu a estimativa de produção em 2 milhões de toneladas, para 1,166 bilhão de toneladas em 2022/23.

O volume representa queda também ante o resultado de 1,217 bilhão de toneladas projetado para 2021/22.

O consumo foi reduzido de 1,191 bilhão de toneladas para 1,188 bilhão de toneladas, ante 1,216 bilhão de toneladas projetadas para 2021/22.

Os estoques passaram de 262 milhões de toneladas para 258 milhões de toneladas.

Em relação ao trigo, na temporada 2022/23, o IGC manteve a produção em 792 milhões de toneladas.

Foto: Divulgação

O volume continua maior do que as 782 milhões de toneladas previstas para 2021/22.

A estimativa de consumo diminuiu de 785 milhões de toneladas para 784 milhões de toneladas, ante 782 milhões de toneladas projetados em 2021/22.

A perspectiva para os estoques foi mantida em 286 milhões de toneladas, em comparação com 278 milhões de toneladas estimadas para 2021/22.

Para a safra 2021/22, o IGC reduziu sua previsão de produção global de grãos de 2,291 bilhões de toneladas em setembro para 2,290 bilhões de toneladas em outubro.

Em relação ao consumo mundial de grãos, a entidade registrou avanço.

A previsão passou de 2,289 bilhões de toneladas para 2,293 bilhões de toneladas.

A previsão de estoques finais foi reduzida de 606 milhões de toneladas para 600 milhões de toneladas.

Fonte: Estadão Conteúdo

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱 Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com