Indicador Esalq/B3 do boi gordo bate recorde em SP

PARTILHAR
Montana Black / Foto: JP Agronegócios

Com valorização diária de 2,5%, indicador mais importante do país, Esalq/B3, aponta preço da arroba comercializada por R$ 160,60.

O Indicador do Boi Gordo Esalq/B3 atingiu novo valor recorde nominal na terça-feira (24/9), ao fechar em R$ 160,60 (praça paulista, preço à vista), com valorização de 2,5% em relação ao dia anterior, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). O preço histórico alcançado ontem superou o recorde anterior de R$ 160,40, registrado na última quinta-feira (17/9)..

Preço futuro do boi gordo supera a casa dos R$ 170/@. Agrifatto vê boas oportunidades de negócios na B3, visando gerenciar melhor o risco de perdas na arroba. Com manutenção dos fundamentos altistas para o mercado pecuário, os preços futuros do boi gordo continuam reagindo positivamente na bolsa de mercadoria B3, informa a Agrifatto.

“Os vencimentos futuros já marcam preços acima de R$ 170/@, o maior valor nominal para o boi gordo, o que representa excelente oportunidade de negócio”, analisa a consultoria, referindo aos contratos com vencimento em 2020.

Na avaliação dos analistas da Agrifatto, os aumentos nas cotações futuras geram oportunidades para o gerenciamento dos riscos de preços por parte dos pecuaristas, “especialmente pela viabilidade de alívio dos valores com a chegada dos animais do segundo giro de confinamento”.

Curto prazo – O contrato para outubro/19 fechou ontem (23/9) em R$ 162,25/@, com aumento de 0,60 pontos ante o dia anterior. O contrato para novembro/19 encerrou em R$ 165,20/@, alta de R$ 0,50 sobre o fechamento anterior. (Com informações da Revista DBO)

Reposição de bezerro desafia pecuarista a melhorar a gestão

O custo da reposição de bezerro tem aumentado na conta do recriador e engordador de gado em 2019. Após uma queda significativa dos preços em 2017, as cotações do bezerro voltaram a subir, recuperando as margens da cria.

Arroba do bezerro sobe 4 vezes mais que o boi gordo, é nítido ver o ágio dos preços da arroba do bezerro sobre a arroba do boi gordo. Claramente se observa que há uma tendência de aumento dos custos da reposição de bezerros. Esta tendência tem desafiado os elos de recria e engorda a melhorarem a sua gestão de custos. Como a reposição de bezerro pode representar de 45% a 60% do custo de produção nestes sistemas, um erro na estratégia pode significar a diferença entre Lucrar Alto ou ter Prejuízo.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com