Inseticida multipragas combate piores pragas da cana

Inseticida multipragas combate piores pragas da cana

PARTILHAR
Fonte: CanaOnline

A aplicação de um inseticida multipragas que controle a Sphenophorus levis e cigarrinha simultaneamente é uma boa oportunidade de economia.

A cana-de-açúcar é uma cultura semiperene que, quando plantada, fica estabelecida por no mínimo cinco anos. A cada safra, os desafios são grandes, e os produtores buscam agregar tecnologias para proporcionar maior produtividade ao canavial. Parte fundamental dessa equação é o controle de pragas, que, num piscar de olhos, podem acarretar perdas irreparáveis, acabando com a rentabilidade do negócio.

Uma orientação técnica adequada e a escolha de produtos confiáveis, com eficácia comprovada no mercado, são fundamentais para o sucesso ao final da safra.

Alerta aos produtores de cana-de-açúcar

Nos principais estados produtores, o canavial chega num momento decisivo. O início do período chuvoso propicia um aumento significativo no crescimento do canavial, porém alguns insetos temidos pelo produtor iniciam o ataque ao canavial que sem o uso de inseticidas fica vulnerável, duas das principais pragas são: o Sphenophorus levis e a cigarrinha. Duas pragas que, se não tratadas com antecedência, podem causar danos irreparáveis na plantação.

“Por ser uma cultura semiperene e com início da safra por volta do mês de abril e finalizando entre novembro e dezembro, temos problemas com o Sphenophorus levis praticamente o ano inteiro. A aplicação de inseticidas cortando as soqueiras é uma ótima opção de controle desta praga que tem seus picos de indivíduos larvas e pupas entre os meses de julho a outubro. E a partir de setembro podemos ter as primeiras infestações de cigarrinha-das-raízes de acordo com o início das chuvas podendo estar presente no canavial até março do ano seguinte”, alerta o engenheiro agrônomo Welder Fuzita.

Sphenophorus levis

A Sphenophorus levis pode ocasionar perdas que podem chegar a 60% da produtividade do canavial, além de reduzir a longevidade do canavial, sendo necessária a reforma antecipada das áreas. Além de ser um inseto que se multiplica por várias gerações no ano, ela está presente em todo o ciclo da cultura.

O adulto tem uma vida longa, sobrevive mais de 240 dias, passa por todas as fases, desde larva, pupa e assim por diante, até encerrar o ciclo.

Cigarrinha

Em casos mais severos, a cigarrinha pode ocasionar perdas de até 50% em THC, dependendo do nível de infestação. Ela se desenvolve por até três gerações durante um ano, aparecendo inicialmente em setembro e outubro, e permanecendo até fevereiro e março, justamente num período chuvoso, quando a cultura alcança o maior potencial de desenvolvimento.

Aplicação de inseticida

A aplicação de um inseticida multipragas que controle os dois tipos de insetos simultaneamente é uma boa oportunidade de economia. Uma ação que não pode ser adiada. Se o produtor deixar para mais tarde, vai enfrentar pelo menos dois problemas: “Um deles é perda causado pela praga, roubando sua produtividade. Outro ponto negativo é o implemento que realiza o corte da soqueira na hora de aplicar o produto, isso pode provocar um dano grande ao canavial se usado de forma tardia. Por isso, é fundamental aplicar o inseticida agora”, afirma Fuzita.

Além da aplicação ser fundamental nesse estágio da cultura, o produto pode ser utilizado em todo ciclo da cana, inclusive durante o plantio que ocorre entre os meses de fevereiro e abril, quando as chuvas começarem a diminuir gradativamente.

Maior produtividade

Além do amplo espectro e alto residual, o inseticida proporciona aumento na produção de citocinina, hormônio que atua na divisão celular e auxilia na produção de mais raízes.

“Produzindo mais raízes, a planta consegue absorver mais nutrientes e água, o que resulta num canavial mais produtivo. Ou seja, além de fazer o controle de duas pragas, o produto agrega um ganho de produtividade à cultura da cana-de-açúcar”, orienta o engenheiro agrônomo.

Multipragas

O produto multipragas oferece uma série de vantagens ao canavicultor, tais como:

  • Alto residual – proteção prolongada
  • Solubilidade – menor dependência de umidade no solo para ser ativado e absorvido
  • Rapidez – controle rápido das pragas
  • Sistemia – prontamente absorvido pelas plantas
  • Amplo espectro – controle simultâneo de Sphenophorus e cigarrinha
  • Flexibilidade operacional – pode ser usado no corte das soqueiras ou aplicação localizada
  • Maior vigor e produtividade – além do controle, promove divisão celular e mais produtividade

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.