Invernada vai atingir boa parte do Brasil nesta semana

Invernada vai atingir boa parte do Brasil nesta semana

PARTILHAR
Foto: MV Augusto Marsola Pansani
Foto: MV Augusto Marsola Pansani

Colheita da soja e plantio do milho safrinha e algodão devem avançar de forma mais lenta devido as condições do tempo que traz bastante chuva.

Assim como há dez dias, o Brasil terá a formação de um novo corredor de umidade trazendo chuva constante entre terça-feira, 3, e domingo, 9, no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Tocantins, Bahia e Pará. As atividades de campo devem avançar de forma mais lenta, entre elas a colheita da soja e instalação do safrinha de milho e algodão.

As temperaturas devem ficar mais amenas, principalmente no Sudeste do Brasil. No sul de Minas Gerais, há risco de erosão em áreas de café. Além disso, as atividades nos portos de Santos e Paranaguá também vão acontecer de forma mais lenta nesta semana. 

O acumulado previsto em sete dias varia entre 100 e 200 milímetros no leste de São Paulo, sul do Rio de Janeiro, boa parte de Minas Gerais, norte de Goiás, Mato Grosso, Pará, Tocantins, Maranhão, Piauí, oeste de Pernambuco e boa parte da Bahia. Apesar do retorno dos temporais ao estado de Minas Gerais, a tendência é de que o acumulado não seja tão elevado na Zona da Mata como foi em janeiro. Também não há previsão de chuva forte no Espírito Santo.

A umidade do solo aumenta no norte de Minas Gerais, Pará e boa parte das regiões Centro-Oeste e Nordeste. Por outro lado, a tendência é de diminuição da umidade do solo na maior parte da Região Sul. Na semana que vem, a chuva enfraquece na maior parte do Brasil. Como a temperatura entra em elevação, a tendência é de que a chuva aconteça na forma de pancadas e as atividades de campo sejam retomadas.

No Rio Grande do Sul, ao contrário, a passagem de uma frente fria traz chuva mais intensa. “Após as perdas no milho, a esperança é que a soja ainda em desenvolvimento não seja tão afetada pela estiagem e a chuva da semana que vem será fundamental para manter esta esperança viva”, diz Celso Oliveira, da Somar Meteorologia.

A temperatura vai ficar abaixo da média desde o litoral norte de Santa Catarina até o Norte e Nordeste passando por áreas produtoras importantes como o interior do Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e boa parte do Matopiba. Na semana que vem, no entanto, o calor voltará para a maior parte do país.

Fonte: Canal Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com