Ita Senepol terá novas estratégias de seleção em 2018

Ita Senepol terá novas estratégias de seleção em 2018

Itamar-Neto-diretor-da-Ita-Senepol
Itamar Neto, diretor da Ita Senepol. / Foto: Divulgação

Ita Senepol comemora resultados e anuncia nova estratégia de seleção para a Mega Semana Senepol em 2018

Mesmo com os desafios econômicos e de imagem pelos quais passou a pecuária nacional, a Ita Senepol fecha o ano com bons resultados comerciais e produtivos. O destaque ficou para a Mega Semana Senepol, realizada nos meses de junho e setembro, quando a genética da Ita Senepol ganhou o território brasileiro, sendo comercializada para 50 clientes de 12 estados.

Em 2018, a Mega Semana Senepol continua em dois eventos com datas ainda não definidas. O diferencial vai ser a qualidade dos animais ofertados, por conta de uma nova estratégia de seleção adotada nos últimos anos. “Buscamos utilizar acasalamentos com reprodutores com alto índice nas avaliações do Programa de Melhoramento Genético do Senepol (PMGS), coordenado pela ABCB Senepol em conjunto com a Embrapa Geneplus, descartando os animais que se mostraram inferiores e explorando apenas os eleitos como superiores”, conta Itamar Neto, diretor da Ita Senepol.

Este procedimento renovou as doadoras da propriedade, elevando os índices reprodutivos a patamares até então nunca obtidos. O responsável pelo acasalamento na propriedade, Leonardo Galvão Netto, explica que as fêmeas da Ita Senepol só são liberadas à reprodução quantitativa, por meio de Fertilização in Vitro, após serem emprenhadas e produzirem um bezerro em seu próprio ventre, recebendo, assim, o atestado de ‘fêmea fértil’. “Depois, é preciso mostrar que têm capacidade de transmitir genética melhoradora à sua progênie e boa habilidade materna, obtendo, assim, a aprovação para fazer parte de nosso plantel diplomada como ”Doadora atestada reprodutiva ITA SENEPOL”, complementa.

É este o diferencial que vai ser ofertado em 2018, além da característica de animais criados totalmente a pasto e adequados para a reprodução em monta natural. “Não submetemos os nossos animais a dietas engordativas para ‘bombar’ touros ainda jovens, porque acreditamos que, assim como em nossa casa, na casa dos nossos clientes o negócio precisa dar lucro, com alimento a pasto, água de boa qualidade, tratamento sanitário regular e sal mineral. Dessa forma, temos um animal de excelente qualidade genética e de baixo custo alimentar, sinônimo de qualidade, preço justo e satisfação plena dos nossos parceiros”, conclui Itamar Neto.

PARTILHAR

Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.