JBS vai inaugurar o maior confinamento de MT, projetado para 40.000 bovinos

Barra do Garças (MT) ganha novo confinamento; Capacidade estática atual é de 18 mil bovinos, mas a área foi projetada e poderá comportar até 40.000 bovinos estáticos. A JBS vai inaugurar unidade em 1º de julho

Com mais de sete décadas de história, a JBS S.A. é uma multinacional de origem brasileira, reconhecida como uma das líderes globais da indústria de alimentos. Com sede na cidade de São Paulo, a Companhia está presente em mais de 20 países. Além de ser uma das maiores produtoras de carne do mundo, a JBS, possui propriedades no Brasil que fazem a produção intensiva na pecuária de corte – confinamento bovino -, se consolidando como uma grande parceira do pecuarista, as suas unidades estão espalhadas nas principais regiões produtoras e funcionam como um Boitel.

A JBS está prestes a inaugurar o maior e mais tecnológico confinamento do Vale do Araguaia, em Barra do Garças, em Mato Grosso. Prevista para o dia 1º de julho, a abertura dessa nova instalação marca um avanço significativo na capacidade de confinamento de gado da região. Com uma capacidade estática inicial para abrigar 18 mil bovinos, o local foi projetado para expandir e suportar até 40 mil bovinos, posicionando-se como um marco na pecuária brasileira.

A empresa gerencia um impressionante conjunto de confinamentos tanto no Brasil quanto na Austrália. Com oito confinamentos no Brasil e seis na Austrália, a capacidade total de engorda dessas unidades supera 206 mil cabeças de gado, abrangendo mais de 2 milhões de animais confinados, como revelado em um vídeo divulgado. A JBS vai inaugurar o maior confinamento de MT, projetado para cerca de 40.000 bovinos estáticos, símbolo de compromisso e mais um marco na história da empresa.

JBS vai inaugurar o maior confinamento do MT

O boitel de Barra do Garças, com capacidade estática impressionante, é apenas um exemplo da impressionante infraestrutura da JBS. Com uma previsão de girar 110 mil bovinos por ano, esse confinamento demonstra o alcance e a magnitude das operações da empresa. Além disso, unidades como Guaiçara-SP, Lucas do Rio Verde-MT, Porto Alegre do Norte-MT, Terenos-MS, Rio Brilhante-MS, Campo Florido-MG e Uberaba-MG, com capacidades que variam de 10 mil a 21 mil bovinos, contribuem significativamente para a capacidade total de engorda da JBS.

JBS vai inaugurar o maior confinamento
Barra do Garças (MT) ganha novo confinamento. Inauguração é em 1º de julho. Foto: JBS

Estrutura Expansível e Planejamento Futuro

O novo confinamento da JBS em Barra do Garças (MT) foi projetado com uma estrutura expansível, permitindo sua ampliação conforme a operação se desenvolve e a demanda cresce. Inicialmente, a capacidade é de 18 mil bovinos, mas o espaço físico disponível possibilitará acomodar até 40 mil animais em uma fase futura. Essa expansão está prevista para a segunda etapa do projeto, que será implementada conforme o progresso das operações e o aumento da demanda.

Desde o início de sua construção, o empreendimento já gerou mais de 80 empregos diretos. As obras do maior e mais tecnológico confinamento de bovinos do Vale do Araguaia iniciaram no final de 2022, e a perspectiva é de gerar muitos benefícios à região após a sua inauguração.

O engenheiro civil da JBS, Afonso Carneiro, destacou que após a conclusão do confinamento, acredita que haverá um aumento de comércios e empreendimentos nos locais, considerando o fluxo maior de pessoas no distrito. Estima-se que haverá mais de 80 empregos diretos e 100 indiretos, o que resultará em um grande desenvolvimento econômico local. 

JBS vai inaugurar o maior confinamento
Foto: JBS/Giro do Boi

Contato e Informações Adicionais

Para mais informações sobre o serviço de confinamento da JBS em Barra do Garças ou para esclarecer dúvidas, acesse o portal clicando aqui ou envie um e-mail para confinamento@jbs.com.br.

A inauguração do novo confinamento em Barra do Garças destaca o compromisso da JBS em fornecer soluções eficientes e escaláveis para o setor pecuário.

JBS vai inaugurar o maior confinamento
Barra do Garças (MT) ganha novo confinamento. Inauguração é em 1º de julho. Foto: JBS

Veja como funciona os confinamentos

Na modalidade de diária a preço fixo, o pecuarista paga pelas diárias dos animais, levando em consideração fatores como raça, peso inicial, sexo e condição corporal. Os machos que estão fora do padrão podem estar sujeitos a uma faixa de preço diferente. Além disso, existem premiações extras, como as relacionadas ao SISBOV/Europa, que são repassadas ao Parceiro conforme a negociação.

Os tipos de animais incluem os padrões nelore/anelorado e os cruzamentos industriais, abrangendo machos inteiros, machos castrados e fêmeas. Quanto à dieta, ela é composta principalmente por silagem de milho, milho, farelo de soja, caroço de algodão, torta de algodão, núcleo mineral e melaço de soja, seguindo uma dieta alto grão, onde há predominância do concentrado/grão sobre o volumoso. Cada baia comporta até 100 animais.

O custo do frete é calculado de acordo com a localização entre o confinamento e a fazenda do produtor, podendo o sistema custear toda ou parte da despesa. O manejo sanitário é de responsabilidade do Boitel JBS, com medicações extras sujeitas à autorização do pecuarista. Quanto ao pagamento no frigorífico, há duas opções: à vista, com um prazo de 3 dias úteis após o abate, ou a prazo, com pagamento em até 30 dias após a data do abate, com escolha feita no momento da assinatura do contrato.

As vantagens para o pecuarista incluem a ausência de desembolso financeiro imediato, com despesas descontadas no abate, como alimentação, frete e sanidade. O Boitel JBS absorve as mortes e rejeitos de cocho, oferece preferência na escala de abate, padronização de procedimentos, acompanhamento nutricional, relatórios completos por curral, bem-estar e conforto animal, além do aumento da lotação, desfrute e faturamento por hectare.

Foto: JBS

Sobre a Friboi

Com mais de quatro décadas de história, a Friboi – unidade de negócios de carne bovina da JBS – revolucionou o mercado ao descomoditizar a carne bovina brasileira e construir uma marca referência no mercado.  A empresa mantém algumas das marcas de carne bovina mais reconhecidas do Brasil, com um amplo portfólio de produtos, composto pela homônima e líder de mercado Friboi, Maturatta Friboi, Do Chef Friboi, Reserva Friboi, 1953 Friboi e Swift Black, que atendem a diversos públicos. Com foco na garantia de origem, na qualidade e na segurança do alimento entregue ao consumidor, desde o bem-estar animal até a entrega do produto final, a Companhia adota as melhores práticas de sustentabilidade em toda sua cadeia de valor, e monitora seus fornecedores de gado de forma constante por meio do uso de imagens de satélite, mapas georreferenciados das fazendas e acompanhamento de dados oficiais de órgãos públicos. A Friboi está presente em mais de 150 países e, atualmente, conta com 35 unidades produtivas em todo o Brasil.

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

‘Agricultores brasileiros são os mais sustentáveis do mundo’, diz especialista

A sustentabilidade no agronegócio brasileiro não é apenas uma meta a ser alcançada, mas uma realidade já consolidada em diversos aspectos. O Brasil se destaca globalmente pela adoção de práticas agrícolas que preservam o meio ambiente, ao mesmo tempo em que aumentam a produtividade e a competitividade do setor; confira

Continue Reading ‘Agricultores brasileiros são os mais sustentáveis do mundo’, diz especialista

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM