Jovens vencem competição de marketing agrícola

Jovens vencem competição de marketing agrícola

Resultado da 1ª Agrimarketing
Foto: DTI UFV.

Alunos da Universidade Federal de Viçosa (MG) foram os vencedores do 1ª Agrimarketing Competition 2017, realizado pela MarkEsalq – grupo de extensão e pesquisa nas áreas de marketing da Esalq/USP-, em parceria com a Bayer.

O Pimenta Prime, projeto elaborado pelos estudantes do último ano dos cursos de Agronegócios e Engenharia Agrícola e Ambiental, tem como objetivo aumentar a competitividade da pimenta do reino nacional e impulsioná-la no mercado internacional. Além do prêmio de R$ 3 mil, o grupo receberá um dia de mentoria com o fundador da startup IZAgro e bolsas de estudos para cursos à distância para ajudar no desenvolvimento do projeto.

Grupos de estudantes de diversas áreas de conhecimento se mobilizaram para elaborar um plano de inserção no mercado de um novo produto, serviço ou tecnologia aplicável ao agronegócio e à área de alimentos. Os planos de marketing desenvolvidos foram avaliados por profissionais renomados no mercado como Ivan Moreno, diretor de Acesso ao Mercado da Bayer; José Luiz Tejon, Diretor da Biomarketing e Coordenador acadêmico de Master Science em Food & Agribusiness Management pela ESPM; Ricardo Nicodemos, Diretor de Planejamento da RV Mondel Comunicação e Diretor de Pesquisa da ABMR&A (Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio), José Alexandre Loyola, fundador da Consultoria R2M – Ready2Market e João Dantas, e o engenheiro agrônomo.

“Foi muito bom ver o espírito empreendedor dos jovens. Precisamos estimular, cada vez mais, desafios como o Agrimarketing, que ajudam no desenvolvimento acadêmico e profissional dos estudantes que são o futuro do nosso agronegócio”, comentou Ivan Moreno, da Bayer.

Para Lucas Botelho, 22 anos, membro do grupo vencedor deste ano, participar do evento proporcionou o contato e interação com grandes personalidades do agronegócio brasileiro, contribuindo para o desenvolvimento do seu projeto. “Foi uma experiência única e sem igual. As dicas prestadas pelos jurados nos permitiram ver com outros olhos parte do nosso trabalho que nos farão crescer ainda mais”, afirma Lucas.

O grupo composto por Lucas, recém-formado em Agronegócio, Michael Frigi Nunes, 23, e Tiago Tozi, 22, ambos, do curso de Engenharia Agrícola e Ambiental da Universidade Federal de Viçosa (UFV) foi o primeiro colocado da competição pelo projeto de uma startup comercial de exportação que visa ampliar a participação do grão de pimenta preta no mercado internacional. O grupo recebeu um quantia em dinheiro, além de um dia de mentoria com os fundadores da IZAgro. Depois da participação no Agrimarketing , eles querem, agora, aprimorar alguns pontos chave da Pimenta Prime, segundo as sugestões da banca julgadora para levar o projeto à frente.

O segundo lugar, que recebeu R$ 1.500, ficou com o grupo Seeding, que propôs uma plataforma para conectar os pequenos produtores aos mercados locais, também da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e o Terceiro, que recebeu R$500, foi o PROTECH_FISH, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), um projeto de implementação de sondas em criadores de peixes que controla todas as informações da produção, desde a àgua a quantidade de ração. Todos os participantes receberam bolsas de estudo para os cursos EAD de Design Thinking, oferecido pela Saibalá e outro de Ferramentas do Office, oferecido pelo Pecege, instituição ligada à ESALQ/USP.

Rede AgroServices

A Rede AgroServices foi criada em 2015 para fortalecer e desenvolver os produtores brasileiros e o agronegócio. Idealizada pela Bayer a plataforma colaborativa possibilita a troca de informações entre os diferentes atores como, produtores, pesquisadores, estudantes, jornalistas, cooperativas e membros da indústria para o desenvolvimento de soluções para o setor. Situada em um ambiente online a proposta da Rede é criar um meio de inovação e interação, no qual os públicos possam trocar informações de forma horizontal. Por meio da Rede AgroServices a Bayer investe na sinergia entre todos os atores que contribuem para produção de fibras, alimentos e energia. Hoje, não falamos mais em cadeia e sim em rede, conexões e infinitas possibilidades de relações e negócios.

Bayer: Science For A Better Life (Ciência para uma Vida Melhor)

A Bayer é uma empresa global focada em Ciências da Vida nas áreas de cuidados com a saúde humana e animal e agricultura. Seus produtos e serviços são desenvolvidos para beneficiar as pessoas e melhorar sua qualidade de vida. Além disso, a companhia objetiva criar valor por meio da inovação. A Bayer é comprometida com os princípios do desenvolvimento sustentável e com suas responsabilidades sociais e éticas como uma empresa cidadã. Em 2016, o grupo empregou cerca de 115 mil pessoas e obteve vendas de € 46.8 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2.6 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 4.7 bilhões. Esses números incluem os negócios de polímeros de alta tecnologia, que foram lançados no mercado de ações como companhia independente nomeada Covestro, em 06 de outubro de 2015.

Para mais informações, acesse www.agro.bayer.com.br.

PARTILHAR

Zootecnista pela Universidade Federal de Viçosa

MBA em Gestão de Projetos pela UNIUBE, idealizador do projeto Tecnologia para o Agronegócio. Possui base técnica e experiência de campo em propriedades de corte e leite. Atua com foco no atendimento ao cliente, qualidade dos serviços prestados e no alcance de metas e melhores resultados para a sua empresa.
(35) 99894-0080
thiagorp100@gmail.com