Ladrões de gado ficam preso em atoleiro, veja!

Ladrões de gado ficam preso em atoleiro, veja!

PARTILHAR
Quatro homens foram presos por furto qualificado e associação criminosa em fazenda no Sul de MG — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Ladrões de gado são presos com a ajuda de um atoleiro; Fazenda Xavier, na zona rural de Minduri, no Sul de Minas, era o alvo dos ladrões.

Um atoleiro acabou sendo o grande aliado da Polícia Militar, na prisão, em flagrante, de quatro ladrões de gado. O fato ocorreu na zona rural de Minduri, no Sul de Minas, mas o pedido de socorro foi feito para a PM de Cruzília.

Segundo o tenente Adão, o gestor da Fazenda Xavier, em Minduri, ligou denunciando que, naquele momento, a fazenda tinha sido invadida por ladrões de gado. Eram 5h30.

Imediatamente, o militar acionou os policiais militares de Minduri e, ao mesmo tempo, enviou para o local uma patrulha de Cruzília. Quando os policiais chegaram à fazenda, duas das porteiras de acesso tinham sido arrombadas.

Um pouco à frente, depois da portaria secundária, os militares encontraram o caminhão atolado. Os ladrões, ao avistarem as viaturas da PM, iniciaram uma fuga pela mata, mas foram perseguidos e presos.

Ainda segundo Polícia Militar, um caminhão, que era utilizado para o furto, foi encontrado atolado na lama. A PM iniciou as buscas pelos suspeitos que foram encontrados deitados no matagal, tentando se esconder nas plantações de soja.

Segundo um dos presos, o roubo tinha sido planejado por um homem chamado Ademir. No caminhão, no momento da abordagem, havia cinco sacos de sal, que tinham sido roubados na Fazenda Xavier e seriam usados para alimentar o gado.

Com os suspeitos foram encontrados um serrote, um martelo, quatro celulares e R$ 1.168 em notas diversas e um cheque no valor de R$ 150. Os quatros foram conduzidos para a delegacia da Polícia Civil de Cruzília (MG).

Os invasores tinham em seu poder um serrote, um martelo e quatro celulares. Os quatro foram levados para a Delegacia de Minduri. Participaram da operação, além do tenente Adão, os sargentos Passos, Simões, André e Pacheco, e os cabos Santos, Rodrigo e Ferreira.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com