Leilão de Senepol bate recorde e atinge o melhor preço do país

Leilão de Senepol bate recorde e atinge o melhor preço do país

touro-haran-senepol
O touro Haran, de 1,2 toneladas, já produziu cerca de cinco mil doses de sêmen / Foto: Gabriele Schimanoski/ O LIVRE

Touros foram negociados pelo preço médio de R$ 14 mil durante a Expoagro, um recorde para a raça no Brasil.

O 3º Leilão Genética Senepol MT movimentou R$ 2,1 milhões com a comercialização de aproximadamente 500 animais durante a 53ª Expoagro. Ao todo, 107 touros foram negociados pelo preço médio de R$ 14 mil, um recorde para a raça no país. O valor é cerca de 16% mais alto do que o praticado no mercado atualmente.

As fêmeas foram vendidas, em média, por R$ 22 mil, valor 30% abaixo do negociado na última edição do leilão. Além dos animais Puros de Origem (PO), outros 350 de cruzamento industrial entre Nelore e Senepol foram comercializados com preço médio de R$ 1,3 mil.

produtores-de-senepol-leilao
Os produtores Fábio Mello e Jorge Basílio, recebem o presidente da Associação Brasileira de Criadores de Senepol (ABCS), Pedro Crosara, durante leilão / Foto: Arquivo pessoal

Para o produtor Fábio Mello, da Fazenda Conquista, o evento foi um sucesso, pois o foco era a venda de touros. “Em meio à crise na pecuária, alcançar a melhor média da raça no país é motivo para comemorar”, avalia.

A raça é relativamente nova no país, mas tem conquistado cada vez mais espaço entre os pecuaristas de Mato Grosso. No Estado, são cerca de 20 criadores. Juntos, eles detêm 20% do rebanho do país, estimado em 55 mil cabeças. Os maiores rebanhos estão localizados em Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

produtor-fabio-mello-criador-de-senepol
O advogado Fábio Mello passou a criar Senepol depois de conhecer o desempenho da raça / Ednilson Aguiar/O Livre

Fabio é advogado e resolveu criar Senepol depois de conhecer o desempenho da raça há cinco anos. “Constatei que era um animal precoce, rústico e vi um nicho de mercado. Para fazer heterose a pasto não tem igual”, comenta.

Entre os destaques no plantel do produtor está o touro Hanan, com 1,2 tonelada, criado exclusivamente a pasto. Cerca de cinco mil doses de sêmen desse animal já foram comercializadas entre R$ 18 e R$ 20 cada.

“Ele é um touro provado, um excelente reprodutor que tem contribuído para melhora da raça”, comemora Fábio. A vida reprodutiva de Hanan deve se estender por mais uns quatro anos. Caso estivesse à venda, um animal desses não sairia por menos de R$ 200 mil.

touro-haran-senepol
O touro Haran, de 1,2 toneladas, já produziu cerca de cinco mil doses de sêmen / Foto: Gabriele Schimanoski/ O LIVRE

No leilão, também foram comercializados os animais do pecuarista Jorge Basílio, da Genética Coroados, um dos pioneiros no Estado a trabalhar com o Senepol. No início dos anos 2000, ele se aventurou e passou a criar alguns exemplares fazendo cruzamento industrial em Juína (748 km de Cuiabá). Anos depois, passou a trabalhar com os animais puros de origem. Hoje é considerado um dos principais criadores no país e incentivador da raça em Mato Grosso.

Basílio, como é conhecido, não esconde seu amor pela raça e, em cada exposição agropecuária, destaca as vantagens do Senepol. “É um animal que desmama pesado, totalmente adaptado ao calor, tem alta libido e as fêmeas são extremamente produtivas”, argumenta.

jorge-basilio-criador-de-senepol
Jorge Basílio, da Senepol Coroados, um dos precursores da raça em Mato Grosso / Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

Ele explica que é possível ter um touro Senepol para cada 40 vacas, que iniciam a reprodução por volta dos 14 meses, cerca de um ano antes que as matrizes da raça Nelore.

Outra vantagem está no menor tempo para o abate. Enquanto um Nelore leva em média três anos para ser abatido, um Senepol pode chegar a 17 arrobas com pouco mais de 24 meses, afirma o pecuarista.

Ambos criadores – Senepol da Conquista e Senepol da Coroados – possuem avaliação do serviço especializado de melhoramento genético (Genaplus) da Embrapa Gado de Corte e apresentaram ótimos índices durante a avaliação de carcaça e qualidade da carne pela DGT Brasil e Pecus, empresas especializadas em ultrassonografia. “Os touros têm a certificação de que são puros e vão produzir com o poder de heterose que o Senepol oferece”, finaliza Fábio.

Fonte Jornal O Livre