Marcha de Resistência do Cavalo Crioulo tem largada dia 18 de junho

PARTILHAR
Marcha de Resistência - Crédito Fagner Almeida Divulgação
Foto: Fagner Almeida

Os 35 conjuntos participantes da prova promovida pela ABCCC sairão pela manhã do Sindicato Rural de Quaraí para um percurso de 750 quilômetros em 15 dias

A 20ª edição da Marcha Anual de Resistência do Cavalo Crioulo tem largada no próximo dia 18 de junho, às 8h, do Sindicato Rural de Quaraí (RS), com a participação de 35 conjuntos. Serão percorridos 750 quilômetros em 15 dias, com chegada no dia 2 de julho. A prova tem o objetivo de selecionar rusticidade, resistência e capacidade de recuperação dos animais, e neste ano, marca os 90 anos da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). A programação durante a Marcha contará com Paleteada, palestras, entre outras atividades.

Os exemplares estão concentrados desde 19 de maio na Estância Santa Rita do Jarau. O coordenador da subcomissão de Marcha da ABCCC, Luiz Mario Diaz, afirma que a expectativa é muito boa. “A prefeitura e o Sindicato Rural de Quaraí, assim como o Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do município, estão muito engajados no processo da Marcha, que é uma ferramenta de seleção da nossa raça, marca muito importante para nós gaúchos”, enfatiza, colocando que todos os cuidados estão sendo tomados, inclusive para que a estrada esteja com as melhores condições para que os animais consigam demonstrar realmente o são capazes de fazer ao longo do percurso.

Conforme Diaz, a Subcomissão de Marcha ficou muito feliz com a aprovação pelo Congresso Nacional do projeto de lei que torna a prova uma manifestação da cultura nacional, e que agora aguarda sanção presidencial. “É uma prova fidedigna ao serviço realizado nas estâncias demonstrado durante os 15 dias da Marcha. A pegada dos cavalos e largada para a estrada são realizadas no mesmo horário em que os peões saem para o campo nas estâncias. E o café da manhã é um churrasco, seguindo a tradição dos gaúchos antigamente. Portanto, acreditamos que realmente é a prova que mais tem a ver com a manifestação cultural e com o nosso dia a dia do campo”, observa.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.