Menor oferta e aumento de custos elevam preço do leite

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Segundo a Embrapa Gado de Leite, em abril o preço médio nacional pago ao produtor foi de R$ 2,43 por litro; preço da cesta de lácteos teve aumento mensal de 5,5%.

O preço do leite para o produtor e o consumidor teve grande aumento nos primeiros meses de 2022. Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Gado de Leite, as principais causas da alta foram a menor oferta e o aumento dos custos de produção.

No mês de abril, o preço médio nacional pago ao produtor foi de R$ 2,43 por litro. Já no varejo, o preço da cesta de lácteos apresentou aumento mensal de 5,5%.

Em entrevista à CNN, o pesquisador da Embrapa Gado de Leite Glauco Carvalho explicou os motivos por trás do crescimento dos valores. “Nos primeiros meses de 2022, nós tivemos uma alta de 60% nos custos de produção e uma alta de 30% no preço ao consumidor.”

“Teve um incremento muito forte de custo e esse incremento foi para o produtor, foi para a indústria e foi sendo absorvido pelo setor produtivo. A margem do setor apertou. Essa alta nos custos afetou a rentabilidade do produtor e chegou ao consumidor”, explicou.

Nos últimos 12 meses, os preços do leite e derivados subiram 18%, ficando acima da inflação que, no mesmo período, fechou em 12%, segundo o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) – que mede a inflação oficial do país.

Fonte: CNN

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com