Mercado Árabe compra mais de R$ 7,1 bi em apenas 7 meses

Mercado Árabe compra mais de R$ 7,1 bi em apenas 7 meses

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Exportações do Brasil para o mercado árabe renderam US$ 7,1 bilhões nos primeiros sete meses de 2020. Confira abaixo a matéria divulgada pelo Cdial Halal.

De acordo com relatório divulgado pelo Departamento de Inteligência de Mercado da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, as exportações do Brasil aos países árabes somaram US$ 7,1 bilhões nos sete primeiros meses deste ano.

As vendas brasileiras apresentaram crescimento de 16,9% em relação ao mesmo período quando comparado a 2019. Os produtos mais exportados foram carne de frango, açúcar, minério de ferro, carne bovina e milho, respondendo por mais de 70% dos embarques do Brasil para o Oriente Médio e Norte da África.

Mas, para exportar para a maioria dos países árabes, é necessário que tenha a certificação halal, respeitando à jurisprudência islâmica. “As exigências de exportação estão cada vez mais altas, principalmente, para os países árabes e islâmicos em diversas categorias. Toda cadeia deve ser certificada desde a matéria-prima, insumos, transporte e armazenamento, inclusive as empresas que prestam serviços para as fabricantes. É importante que as empresas entendam que é um conceito geral e não basta o produto ter um selo de certificação na embalagem para ingressar neste mercado. Eles querem entender todo o processo para ter certeza da validação da certificação halal de acordo com as leis islâmicas”, comenta o gerente comercial da Cdial Halal, Omar Chahine.

O mercado halal é muito promissor e pretende faturar, no mundo, em torno de US$ 3,2 trilhões até 2024, de acordo com os dados da Africa Economic Foundation e Dinar Standard. Entre os setores, destacam-se: Cosmética deve faturar em torno de US$ 95 bilhões; Fármaco US$ 134 bilhões, entre outros.

Fonte: Cdial Halal

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.