Mercado do boi: Consumo melhora e boi começa a subir

Mercado do boi: Consumo melhora e boi começa a subir

PARTILHAR
Foto: Confinamento Monte Alegre. (Reprodução: CompreRural)

O mercado do boi gordo começou a “se soltar”, resultado da ligeira melhora no escoamento da carne.

A demanda fraca era o que travava os negócios e impedia o mercado de registrar alta na cotação da arroba. A oferta de gado está controlada desde o começo do ano.

Pastagem boa e chuvas regulares é tudo o que o pecuarista precisa para endurecer as negociações com a indústria, o que ajuda o mercado a se manter ou subir, quando a carne permite, é claro.

Em São Paulo foram verificados negócios por até R$1,00/@ acima da referência na última quinta-feira (8/3).

Em todo o país não há muita especulação. A diferença entre o preço maior e o menor ofertado, em quase todas as praças pecuárias, dificilmente ultrapassa R$3,00/@.

Os compradores cujas ofertas de compra são menores, são aqueles que alongaram as escalas de abate pagando mais nos últimos dias e agora, que a necessidade de comprar diminuiu, reduziram o preço.

No mercado de carne bovina com osso, a cotação subiu 2,0% para o boi casado de animais castrados. A cotação dos cortes desossados, depois de semanas de queda, subiu, e os preços ficaram 0,4% maiores no acumulado dos últimos sete dias.

Com informações da Scot Consultoira.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com