Mercado do milho mais frouxo no início de 2018

Mercado do milho mais frouxo no início de 2018

PARTILHAR
Foto: Pedro Revillion/Palácio Piratini

A menor movimentação neste início de ano, tanto no mercado interno como para exportação, e a maior oferta do lado vendedor tiraram a sustentação dos preços no país.

Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, até a segunda semana de janeiro/18 o Brasil exportou, em média, 165,04 mil toneladas de milho grão por dia. Este volume é 17,4% menor que o embarcado diariamente em dezembro último (199,70 mil toneladas).

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na região de Campinas-SP, a saca de 60 quilos está cotada em R$30,50, para a entrega imediata, frente a negócios pontuais em até R$32,00-R$33,00 no final de 2017.

O grão está custando 13,9% menos na comparação com janeiro de 2017.

Em curto e médio prazos, considerando um cenário mais favorável de clima a expectativa é de mercado mais frouxo, conforme avança a colheita da safra de verão.

A partir de fevereiro/março, os preços do cereal dependerão do desenrolar da safra de inverno.

Revisões para baixo da produção poderão dar sustentação às cotações pontualmente, mas lembrando do estoque interno maior na temporada, que é um fator limitante para as altas de preços.

As informações são da Scot Consultoria

-- conteúdo relacionado --
Dólar e baixa na relação estoque/consumo mundial e... Fatores climáticos, guerra comercial e valorização do dólar estão influenciando nosso preço interno. A firme demanda externa pelo grão brasileiro, a ...
Cai exportação de milho, mas continua maior que de... O volume diminuiu 16,0%, frente a média exportada em outubro deste ano, mas aumentou 318,3% na comparação com o exportado em novembro do ano passado. ...

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com