Mercado futuro sobe R$ 12/@ em apenas um dia, veja!

Mercado futuro sobe R$ 12/@ em apenas um dia, veja!

PARTILHAR
Foto Divulgação

Cotação do contrato para maio/21 do boi gordo se ajusta e sobe R$ 12,00/@ nesta segunda-feira, já sendo negociado a R$ 253,00/@, próximo às cotações atuais de balcão.

Dia de observação no mercado físico brasileiro de boi gordo. O ambiente segue a apontar uma relativa estabilidade de cotações para o animal em São Paulo, no entanto, as compras do atacado e varejo dessa semana podem determinar um novo rumo para as compras dos frigoríficos nos dias vindouros.

Na B3, a cotação do contrato com vencimento para outubro/20 subiu 1,22%, terminando a segunda-feira cotado a R$ 261,90/@. A pressão que a oferta restrita tem repassado ao mercado físico é claramente sentida nos vencimentos futuros. Não à toa, o vencimento maio/21 teve valorização de 4,98%, batendo na casa dos R$ 253,00/@.

Milho

Dia de observação no mercado físico brasileiro de boi gordo. O ambiente segue a apontar uma relativa estabilidade de cotações para o animal em São Paulo, no entanto, as compras do atacado e varejo dessa semana podem determinar um novo rumo para as compras dos frigoríficos nos dias vindouros.

Na B3, a cotação do contrato com vencimento para outubro/20 subiu 1,22%, terminando a segunda-feira cotado a R$ 261,90/@. A pressão que a oferta restrita tem repassado ao mercado físico é claramente sentida nos vencimentos futuros. Não à toa, o vencimento maio/21 teve valorização de 4,98%, batendo na casa dos R$ 253,00/@.

Soja

A soja brasileira não aguentou a desvalorização de 1,59% no dólar, e fechou a segunda-feira com uma leve desvalorização nos portos brasileiros, ficando cotada próximo dos R$ 149,50/sc. O cenário só não foi pior, pois os prêmios pagos continuam a evoluir dia após dia, com uma demanda externa para a próxima safra cada vez maior.

Com 38% da safra já colhida, a oleaginosa norte-americana não conseguiu visualizar uma forte valorização nas cotações dos vencimentos para novembro/20. Tal contrato variou 0,07% para cima, fechando o dia a US$ 10,215/bu. Vale ressaltar que a alta do petróleo desta segunda-feira não foi o suficiente para desencadear uma valorização na soja norte-americana.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.