Milho: câmbio pode determinar rumo dos preços

Milho: câmbio pode determinar rumo dos preços

PARTILHAR
Foto: Fotografias Cardoso

Segundo a consultoria Safras, os produtores de milho seguem retendo o grão de olho no clima nas regiões produtoras. Confira os detalhes!

As negociações no mercado brasileiro de milho fluíram em ritmo cadenciado no decorrer desta quinta-feira, 19. Alguns consumidores indicam que estão posicionados até a virada de ano.

Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, os produtores por sua vez mantêm a estratégia de retenção ainda observando atentamente o risco climático, com chuvas irregulares em relevantes regiões produtoras. A movimentação cambial ainda é um fator relevante no restante do ano, destaca.

No Porto de Santos, o preço da saca de milho ficou em R$ 73/83. No Porto de Paranaguá (PR), o valor chegou a R$ 72/80 a saca.

No Paraná, a cotação ficou em R$ 78/80 a saca em Cascavel. Em São Paulo, o preço chegou a R$ 80/82 na Mogiana. Em Campinas CIF, os valores ficaram entre R$ 81,50/82,50 a saca.

No Rio Grande do Sul, o preço ficou em R$ 88/90 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, o valor foi de R$ 75/77 a saca em Uberlândia. Em Goiás, o preço esteve em R$ 71 – R$ 74 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, a cotação foi de R$ 73/75 a saca em Rondonópolis.

Fonte: Agência Safras

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.