Milho: preços seguem tendências opostas no Brasil

Milho: preços seguem tendências opostas no Brasil

PARTILHAR
espiga de milho
Foto: Divulgação

Milho/Cepea: com clima favorável, colheita avança; preços seguem tendências opostas dentre as regiões; Confira a análise do CEPEA!

O baixo volume de chuvas registrado nas duas últimas semanas contribuiu para acelerar a maturação das lavouras de milho de segunda safra. Além disso, o clima tem favorecido a colheita na maior parte das regiões.

No geral, a disponibilidade do cereal varia de acordo com a região, o que resulta em movimentos de preços também diferentes dentre as praças. Na média das regiões acompanhadas pelo Cepea, as altas acabaram sendo mais representativas, sustentando a média no mercado disponível (negociações entre as empresas).

Já na região consumidora de Campinas (SP), referência para o Indicador ESALQ/BM&FBovespa, os preços recuaram, influenciados pelo menor interesse de compradores, que têm adquirido lotes de Goiás, Mato Grosso e do Triângulo Mineiro. Assim, entre 17 e 24 de julho, o Indicador recuou 0,36%, fechando a R$ 49,25/saca de 60 kg na sexta-feira, 24.

Fonte: Cepea

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com