Milho transgênico: EUA ameaçam luta comercial com México

PARTILHAR

Mais de 90% do milho cultivado nos Estados Unidos é geneticamente modificado, de acordo com a National Corn Growers Association.

Os Estados Unidos ameaçam iniciar uma disputa comercial com o México, caso os países não cheguem a um acordo sobre o comércio de milho geneticamente modificado, disse um alto funcionário do governo norte-americano, informa a agência de notícias Dow JonesO México planeja proibir a importação de milho transgênico até 2024, acrescentando outro ponto crítico às tensões comerciais entre as duas nações.

Mais de 90% do milho cultivado nos Estados Unidos é geneticamente modificado, de acordo com a National Corn Growers Association. O secretário de Agricultura dos EUA, Tom Vilsack, se reuniu com o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, no México, última na segunda-feira (28), em um esforço para resolver a disputa.

Em uma declaração posterior, Vilsack disse que se um acordo não for firmado, “o governo dos Estados Unidos seria forçado a considerar todas as opções, incluindo tomar medidas formais para fazer valer nossos direitos legais” sob o Acordo entre Estados Unidos, México e Canadá (USMCA, na sigla em inglês, antigo Nafta). Esse acordo, que entrou em vigor em 2020, foi concebido para garantir condições equitativas no comércio entre os três países e fornecer uma estrutura para a resolução de disputas.

México mantém restrições ao milho transgênico

Milho
Foto: Pixabay

López Obrador disse na terça-feira (29) que o México mantém sua proibição do milho geneticamente modificado para consumo humano, mas que ofereceu estender o prazo do milho amarelo para ração animal em dois anos, enquanto seu conteúdo está sendo estudado.

“Somos autossuficientes em milho branco e não vamos permitir a importação de milho amarelo para consumo humano”, afirmou o presidente do México. A proibição se aplica tanto ao milho amarelo quanto ao branco. O México importa grande parte de seu milho amarelo para alimentar o gado. Ambas as partes disseram esperar que os países consigam chegar a um acordo em comum.

O México foi o segundo maior mercado para as exportações de milho dos Estados Unidos em 2021, com gastos de US$ 4,7 bilhões, de acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Apenas a China supera o país, tendo comprado quase US$ 5,1 bilhões no ano passado.

Fonte: Estadão Conteúdo

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱 Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com