Minerva compra por US$ 40 milhões o mais moderno frigorífico da América do Sul

Minerva concluiu, nesta quinta, a aquisição da planta por US$ 40 milhões; BPU Meat é um dos mais modernos frigoríficos de carne bovina da América do Sul, localizada próxima a cidade de Durazno no Uruguai.

A Minerva concluiu nesta quinta-feira (31) o processo de aquisição da Breeders and Packers Uruguay S.A. (BPU Meat), uma subsidiária da NH Foods. O investimento total será de US$ 40 milhões. Companhia é a maior exportadora de carne bovina da América do Sul. Com a aquisição da BPU Meat, a Minerva passa a ser líder na produção de carne bovina no Uruguai, com uma capacidade total de abate de 3.700 cabeças/dia; Veja!

A BPU Meat é um dos mais modernos frigoríficos de carne bovina da América do Sul. A Minerva havia anunciado em janeiro a compra da BPU Meet, por US$ 40 milhões, mas só recebeu o aval no mês passado. A empresa, subsidiária da NH Foods, está sediada em Durazno no Uruguai, onde, segundo a Minerva, possui “um dos mais modernos frigoríficos de carne bovina da América do Sul“. Sua capacidade de abate é de 1.200 cabeças por dia.

A BPU utiliza alta tecnologia no processo industrial, produzindo e exportando carne bovina do Uruguai com os mais altos índices de qualidade e segurança sanitária, acessando os principais e mais restritivos mercados no mundo, como o Japão, Coreia do Sul, China e Estados Unidos, afirmou a Minerva.

Nos últimos dois anos, a BPU Meat apresentou uma receita anual-média de US$ 235 milhões e uma margem Ebitda (Ebitda sobre receita) de aproximadamente 6%. A BPU Meat, com capacidade de abate de 1.200 bovinos por dia e utilizando da mais alta tecnologia no processo industrial, produz e exporta carne bovina do Uruguai com os mais elevados índices de qualidade e segurança sanitária.

Ao mercado, o frigorífico disse que essa é mais uma iniciativa da Minerva Foods em consonância com a sua estratégia de ampliação da diversificação geográfica, com o objetivo de mitigar riscos e maximizar as oportunidades no mercado global de proteína animal, sempre respeitando o compromisso com a disciplina financeira, sustentabilidade e criação de valor para os acionistas”, diz o comunicado da companhia.

Atualmente, a unidade frigorífica destina cerca de 85% de suas vendas para o mercado internacional, em especial para destinos com alta capacidade de renda e demanda por produtos premium. Com a aquisição a Minerva Foods passa ter uma capacidade total de abate de 3.700 cabeças/dia, distribuídas por 4 unidades frigoríficas: Pul, Carrasco, Canelones e, agora, BPU. Desta forma, a partir de setembro a BPU Meat passa a ser consolidada no balanço da Minerva Foods.

“Acreditamos que a consolidação das nossas operações no Uruguai deve permitir significativas sinergias operacionais e comerciais, ampliando assim as oportunidades de arbitragem no mercado internacional de carne bovina”, informa o comunicado da empresa.

Minerva -BPU Meat
Foto: Ricardo Benichio/Exame

Minerva paga R$ 7,5 bilhões por plantas de abate da Marfrig

A Minerva Foods anunciou nesta semana, a aquisição de plantas de abate e desossa de bovinos da Marfrig, localizadas na América do Sul, pelo valor de R$ 7,5 bilhões. A transação está sujeita à análise e aprovação das respectivas autoridades concorrenciais, mas a notícia já mexeu com o mercado e valores das ações da companhia.

Com a operação, a Minerva Foods dá um salto em sua atuação no mercado de carne bovina: a Companhia ampliará sua capacidade de abate e desossa de bovinos para 42.439 cabeças/dia, em comparação ao atual volume de 29.540 cabeças/dia, representando um aumento, portanto, de aproximadamente 44% nesse indicador.

A companhia controlada por Fernando Queiroz está pagando R$ 7,5 bilhões pelo conjunto de ativos – sendo R$ 1,5 bilhão de sinal e o restante quando a transação obtiver aprovação do CADE. O JP Morgan estendeu uma linha de crédito de R$ 6 bilhões que ficará disponível por 18 meses e terá um prazo de 2 anos.

Serão adquiridas 11 plantas e 1 Centro de Distribuição no Brasil, 1 unidade industrial na Argentina e outras 3 fábricas no Uruguai. O negócio envolveu ainda a compra de 1 planta de cordeiros no Chile, contribuindo para a estratégia de diversificação de proteínas e atuação em mercados de nicho e de alto valor agregado.

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Indubrasil, a raça de orelhas grandes que encanta a pecuária

Como uma raça de dupla aptidão, capaz de produzir tanto leite quanto carne de qualidade, o gado oferece uma solução prática e eficiente para os desafios enfrentados pelos criadores. Sua habilidade de se ajustar a diferentes ambientes e sistemas de criação o torna uma escolha versátil, adequada para uma variedade de contextos na pecuária brasileira;…

Continue Reading Indubrasil, a raça de orelhas grandes que encanta a pecuária

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM