Monitoramento de carbono e o lançamento da Carne Sustentável do Pantanal

Monitoramento de carbono e o lançamento da Carne Sustentável do Pantanal

PARTILHAR
capa-carne-sustentavel-do-pantanal
Foto Divulgação. Fonte: Portal Mato Grosso

O incentivo à adoção de práticas sustentáveis que promovam a redução das emissões de carbono na produção industrial e agropecuária de Mato Grosso do Sul.

Esse é um dos eixos estruturantes da política de desenvolvimento econômico implantada pela administração estadual do governador Reinaldo Azambuja, em consonância com as diretrizes e metas nacionais firmadas na COP 21.

Para tratar do assunto, nesta terça-feira (27.2), a Embrapa Gado de Corte realiza o fórum “Oportunidades de precificação de carbono no setor agropecuário”. O evento conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) e será realizado às 8h, no auditório da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul). A organização também conta com a participação da WRI Brasil.

Durante o fórum, será debatida a utilização de ferramentas de precificação de emissões de carbono no setor agropecuário. Essa é uma discussão que ocorre em âmbito nacional, sob supervisão do Ministério da Fazenda e integra o projeto PMR Brasil (sigla para Partnership for Market Readiness, Parceria para a Preparação do Mercado), com foco na futura regulação do setor no País. O evento irá contar com a presença de autoridades governamentais, pesquisadores e representantes do setor empresarial.

Carne Sustentável do Pantanal

Além do debate sobre as emissões de carbono, o fórum também será palco para o lançamento das medidas do Governo do Estado para o apoio à produção de Carne Sustentável no Pantanal.

O objetivo do Governo do Estado é fomentar a competitividade e incentivar a pecuária bovina de baixo impacto ambiental no Pantanal, estimulando a produção baseada no modelo tradicional, com baixo nível de intervenção nos recursos naturais existentes naquela região, e utilizando-se de escopos tecnológicos, para linhas de produtos característicos e diferenciados, com maior agregação de valor e devidamente certificados, por empresas certificadoras independentes de terceira parte, acreditadas pelo Inmetro.

O apoio à produção de Carne Sustentável no Pantanal será inserido no contexto do Programa de Avanços na Pecuária de Mato Grosso do Sul (Proape), instituído pelo decreto nº 11.176, de 11 de abril de 2003, na parte relativa à bovinocultura. Além da Semagro, integram a iniciativa a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz); a Famasul e Associação Brasileira de Pecuária Orgânica (ABPO).

Fonte: Governo do Mato Grosso do Sul, adaptada pela Equipe BeefPoint.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com