Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Morre o Diamante Negro, ícone do Quarto de Milha no Brasil

O legado de KR Moose ia além das pistas brasileiras. Ele era um Campeão Mundial, ganhador clássico com 13 vitórias e U$ 800 mil em prêmios, sendo o garanhão nº 1 nos EUA

Uma notícia triste abalou o cenário da criação de cavalos Quarto de Milha no Brasil com a partida prematura de KR Moose, considerado um dos garanhões mais rápidos e impressionantes do país. O anúncio foi feito pela fazenda Caruana, onde ele estava consignado, e deixou a comunidade equestre em luto.

Nascido em 01/03/2008, KR Moose era filho do renomado DASH TA FAME e destacava-se não apenas por sua velocidade, mas também por sua pelagem preta, morfologia perfeita e pedigree invejável. Com 104 pontos na ABQM, ele era um fenômeno na pista, correndo na casa dos 17,0s por diversas vezes.

O legado de KR Moose ia além das pistas brasileiras. Ele era um Campeão Mundial, ganhador clássico com 13 vitórias e U$ 800 mil em prêmios, sendo o garanhão nº 1 nos EUA. Com 1.280 ROM, seus feitos eram impressionantes, com 209 ganhadores clássicos e filhos acumulando ganhos de mais de U$ 66 milhões. Além disso, ele produziu 29 Campeões e Reservados Campeões Mundiais, incluindo os vencedores do prestigiado All American Futurity.

No Brasil, seus filhos somavam mais de 4 mil pontos pela ABQM, com ganhos que ultrapassavam R$ 1,9 Milhões (SGP) e 63 tempos na casa dos 16s. Dentre seus destaques estavam TWIST TA FAME, CALLMEASISSYAGAIN, FAMOUS WIND THING, THE SECRET TA FAME, CHEYENNE FAME I AM, FAMOUS WILD THING, DASH A VICTORY, BF CROWN STERLING e KR THE BLACK PEARL.

A nota emitida pela fazenda Caruana expressava o pesar pela perda de KR Moose, apelidado carinhosamente de Diamante Negro. “Hoje mais uma jóia partiu para o Reino dos Céus para brilhar de lá, ao lado de Deus. Nosso tão querido e amado KR Moose, nos deixa precocemente, mas a vontade de Deus é soberana. Em tão pouco tempo que ele chegou na confiança de um grande amigo, passamos a sonhar a concretização de grandes e maravilhosos sonhos juntos, dos quais muitos ainda se realizarão.

A fazenda agradeceu a Deus pelo tempo privilegiado que tiveram com KR Moose e expressou gratidão pela oportunidade de convívio com o equino. O impacto do Diamante Negro perdura no legado da Caruana e em cada coração que teve a honra de conhecê-lo.

Raça Quarto de Milha no Brasil

Desde sua chegada ao Brasil em 1954 pela Swift King Ranch (SKR), a raça Quarto de Milha deixou uma marca notável no cenário equino nacional. Originária de um grupo norte-americano com vastas propriedades no Texas, a SKR investiu em terras brasileiras, estabelecendo fazendas icônicas como Bartira, Laranja Doce, Formosa e Mosquito na região Oeste de São Paulo. O garanhão Saltillo Jr e seis éguas foram os primeiros exemplares a desembarcar, trazendo consigo não apenas músculos impressionantes, mas também uma linhagem que moldaria o futuro da raça no país.

A história desses animais, narrada pelo gerente geral da SKR, Joaquim Soares Neto, testemunha a admiração que despertaram na comunidade. A chegada, que remetia aos heróis dos filmes western norte-americanos, deixou peões impressionados, considerando os equinos quase divinos. Com a morte de Saltillo Jr em 1960, Caracolito assumiu o papel na reprodução, dando continuidade a uma linhagem que se destacaria nas corridas, na lida com o gado e, posteriormente, nas provas funcionais.

A Swift King Ranch teve papel crucial na expansão da raça Quarto de Milha no Brasil, promovendo leilões e disponibilizando exemplares que despertaram grande interesse. A empresa introduziu não apenas reprodutores como Dan´s Boy Skippy, Failas Ambasador e San Cardenal, mas também notáveis matrizes como Macanuda SKR e Pepita SKR, cujos descendentes se espalharam pelo país.

A marcante estrutura física e os atributos genéticos do Quarto de Milha ao longo dos anos solidificaram sua posição como “O Cavalo da Família Brasileira“. Sua docilidade, rapidez, habilidade, força, inteligência e versatilidade em 22 modalidades esportivas o elevaram para o topo entre as espécies equinas no Brasil. Assim, a raça Quarto de Milha continua a ser não apenas um símbolo, mas uma parte intrínseca da rica tradição equestre nacional.

Escrito por Compre Rural.

VEJA TAMBÉM:

ℹ️ Conteúdo publicado pela estagiária Juliana Freire sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM