Na Expointer, produtores recebem o Selo Nacional da Agricultura Familiar

PARTILHAR
Foto: Adriana Rodrigues/MAPA

O Selo é uma ferramenta desenvolvida pela Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, para identificar os produtos oriundos da agricultura familiar

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) está emitindo o Selo Nacional da Agricultura Familiar (Senaf) na 23ª Feira da Agricultura Familiar, realizada dentro da 44ª Expointer, que acontece até o dia 12 de setembro, em Esteio (RS). Desde o início do evento no sábado (4), já foram emitidos 80 selos.

O Senaf é uma ferramenta desenvolvida pela Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, para identificar os produtos oriundos da agricultura familiar no Brasil e fortalecer o segmento perante os consumidores e o público em geral.

“O selo, quando colocado no produto, é um certificado de qualidade e de origem. O produto ganha mais visibilidade e a confiança do cliente, que tem a garantia de que foi produzido com toda dedicação por um agricultor familiar”, destaca Edson Schwendler, produtor de mel de Venâncio Aires (RS) e um dos primeiros expositores da feira a solicitar a emissão do selo no estande do Mapa, montado no Pavilhão da Agricultura Familiar.

A iniciativa potencializa a exposição e a comercialização da produção familiar ao aproximá-la do consumidor final, dando-lhe condições para checar as características do produto. Ao apontar a câmera do próprio celular para o QR Code impresso no selo, o consumidor é automaticamente direcionado para uma página web com informações sobre aquele produto, como estado de origem, valor nutricional e o contato do produtor familiar.

O diretor de Cooperativismo e Acesso a Mercados do Mapa, Márcio Madalena, ressalta que o consumidor está cada vez mais exigente com aquilo que consome. “O Senaf é, sem dúvida, uma ferramenta importante para conectar o campo e a cidade, permitindo que o consumidor tenha conhecimento da qualidade e da origem do produto”.

Existem sete tipos diferentes do Senaf. Todos são voltados para produtos da agricultura familiar, mas cada tipo possui requisitos específicos para obtenção. Os selos disponíveis são: Senaf da Agricultura Familiar, Senaf Mulher, Senaf Juventude, Senaf Quilombola, Senaf Indígena, Senaf Sociobiodiversidade e Senaf Empresas.

Os queijos produzidos pela expositora Lucimar de Oliveira, de Bagé (RS), receberam o Senaf em março deste ano. Ela conta, com orgulho, que a ferramenta é uma forma de reconhecimento do seu trabalho. “Ter o selo representa para nós algo muito importante, pois a pessoa que consumir vai saber que é feito por um pequeno produtor, que está batalhando todos os dias, e também mostra a qualidade, pois, para conquistar um selo tu precisa ter qualidade no teu produto e precisa ser agricultor familiar”.

Cadastro

O Senaf pode ser solicitado por agricultores familiares, cooperativas ou associações de agricultores familiares e empresas que adquirem matéria-prima da agricultura familiar. Para isso, é necessário possuir a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) Física ou Jurídica.

Para fazer o cadastro no estande do Mapa, localizado no Pavilhão da Agricultura Familiar da Expointer, o interessado precisa apresentar o CNPJ, no caso de DAP Jurídica, e CPF, no caso de DAP Física. Em seguida, é preenchido um formulário eletrônico com todas as informações sobre o empreendimento e os produtos nos quais serão aplicados o selo.

“O atendimento aos agricultores familiares durante os eventos é uma oportunidade para prestar os serviços de esclarecimento sobre a emissão do Senaf e, principalmente, verificar in loco os produtos que estão aptos para serem identificados com o selo”, explica a coordenadora de Acesso a Mercados do Mapa, Mônica Souza.  

A solicitação do Senaf também pode ser realizada de forma totalmente online pela plataforma Vitrine da Agricultura Familiar, no endereço http://sistemas.agricultura.gov.br/vitrine. No ambiente virtual o solicitante pode cadastrar o produto, acompanhar a tramitação, e, posteriormente, acessar a imagem do selo com o número de série específico e o QR Code para imprimir e colocar no produto.

Na Vitrine também está disponível um catálogo, contendo todos os produtos identificados com o Senaf e as suas principais informações. Na Plataforma, o consumidor encontra hortifrutis, sucos, cosméticos, cafés, carnes e artesanatos produzidos por agricultores familiares de todo o Brasil.

Serviço:
23ª Feira da Agricultura Familiar na Expointer 
Data: 4 a 12 de setembro de 2021         
Horário: 8h às 20h        
Local: Parque de Exposição Assis Brasil – Esteio (RS) 

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com