Negócios envolvem apenas pequenos lotes, preços caem 1,5%

Negócios envolvem apenas pequenos lotes, preços caem 1,5%

Foto: Confinamento Monte Alegre. (Reprodução: CompreRural)

Com os preços da carne em queda, frigoríficos tentam ofertar valores menores aos pecuaristas para a compra de animais para abate.

Ainda que, de modo geral, a oferta de bois prontos seja considerada limitada, alguns pequenos lotes têm sido negociados, pressionando as médias da arroba nos últimos dias. A frequência menor das efetivações de lotes maiores, que geralmente ocorrem nos preços mais altos, também têm influenciado as oscilações.

Entre 17 e 24 de janeiro, o Indicador ESALQ/ BM&FBovespa do boi gordo caiu 1,5%, indo a R$ 145,00 nessa quarta-feira, 24.

Fonte: Cepea.

-- conteúdo relacionado --
Cenário industrial de batata é promissor no mercad... Em setembro, parte da equipe se reuniu com produtores e técnicos que produzem batata para processamento do cerrado de Minas Gerais. Atenta à importân...
Preço ao produtor de leite é o menor desde feverei... Contrariando as expectativas de agentes do setor, o preço do leite recebido por produtores em janeiro caiu 1,74% (ou 0,017 centavo/litro) frente ao mê...

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com