Nelore Pintado Brasil faz R$ 4,3 milhões em leilão

Nelore Pintado Brasil faz R$ 4,3 milhões em leilão

PARTILHAR
Foto: Faz São Lourenço

Leilão aconteceu no Terra Nova Eventos em Campo Grande, Mato Grosso do Sul; destaque para as médias de valores das fêmeas, que superaram os machos.

A Seleção da Fazenda São Lourenço ofertou no último dia 19 de outubro animais belos e funcionais. OS animais foram leiloados no tradicional Terra Nova Eventos em Campo Grande (MS) e teve transmissão do Canal Rural. Há 12 anos a marca São Lourenço investe na seleção do Nelore Pintado. Depois de mais de uma década, o criatório já ganhou solidez e respeitabilidade. Por isso, nesta edição do Leilão Nelore Pintado Brasil & Convidados, houve uma incrível oferta dessa raça que desperta aos olhos de todos os investidores. Não só pela beleza racial, caracterizada pelos tons de vermelho e preto pincelados em uma carcaça moderna, mas também pela união com a funcionalidade e rusticidade do Nelore Pintado. 

O faturamento total do remate foi de R$ 4.390.950,00, média de machos foi na casa de R$ 18.384,46 e incríveis R$ 21.114,29 para as fêmeas, destaque absoluto do leilão.

Portador de uma pelagem encantadora, o Nelore Pintado possui as mesmas qualidades produtivas do gado branco. Nos destaques do leilão, podemos falar do lote 01, onde foi ofertado uma verdadeira raridade à venda com Genebra FIV GC da SL. A fêmea é pintada de preto e filha de Rambo da MN com a excepcional Dinâmica GC da SL. Essa jovem novilha é a melhor fêmea pintada já nascida na seleção São Lourenço e traz a certeza de um futuro histórico como doadora. Ela segue coberta de Engenho FIV GC da SL.

Foto: Faz São Lourenço
Baralho FIV GC da SL / Foto: Faz São Lourenço

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.