Nova Montana esta chegando e vai mudar o mercado, veja

Nova Montana esta chegando e vai mudar o mercado, veja

PARTILHAR
Imagem: projeção de Kleber Silva

GM guarda a sete chaves segredo da sucessora da Chevrolet Montana, que pode manter o nome e será baseada na plataforma do SUV Tracker.

A General Motors tem duas picapes no mercado brasileiro: Montana e S10. Juntas, elas venderam 40 mil unidades em 2020 (até novembro). É pouco para o tamanho da GM, principalmente considerando que a picape Fiat Toro, sozinha, vendeu 59 mil unidades. Somando com as 70 mil da Fiat Strada, o fato é que a GM leva um banho da FCA no segmento de picapes. Por isso, uma nova picape da Chevrolet vem aí —  e com motor 1.4 turbo de 153 cavalos!

Ainda há dúvidas sobre algumas características da nova picape da Chevrolet. A principal delas é se continuará se chamando Montana, pois uma coisa é certa: o atual modelo sairá de linha. Prevista para 2021, a nova picape Chevrolet usará a plataforma do SUV compacto Tracker, conhecida como GEM 2 (Global Emerging Markets), para mercados globais emergentes, como Brasil, México e Índia.

Segundo o site GM Authority, especializado em notícias da montadora americana, a nova Montana (ou que nome venha a ter) usará o motor 1.4 turbo de 153 cv que atualmente equipe o Chevrolet Cruze. Este motor tem 240 Nm de torque e é fabricado em Rosário, na Argentina. O câmbio será o de seis marchas automático que equipa o Tracker.

Com este motor, a GM terá uma picape bastante competitiva para brigar numa faixa intermediária entre a Montana atual e a S10. Ou seja: exatamente onde estão posicionadas a nova Strada e a Toro, ambas da Fiat, além da Renault Oroch. E onde entrarão também as futuras picapes Ford Maverick e Volkswagen Tarok. Atualmente a Montana é produzida em São Caetano do Sul (SP). Espera, portanto, que a nova picape também seja fabricada no ABC paulista, ficando a planta de Rosário destinada para o futuro SUV 7 lugares da Chevrolet para o Mercosul.

Inicialmente acreditava-se que a nova picape da Chevrolet seria uma Montana melhorada, com a grade frontal parecida com a do Tracker, bem como outros elementos estéticos. Porém, diante do enorme segredo que envolve este lançamento, ninguém duvida que a Chevrolet também terá a sua picape anti-Toro.

É por causa disso que publicamos duas renderizações. Uma foi feita pelo site GM Authority e claramente baseia-se numa junção de elementos do Tracker com a caçamba da atual Montana.

A outra, mais recente, foi criada no Brasil pelo designer Kleber Silva, um dos principais artistas do segmento, que publica seus trabalhos no site K Design (www.https://www.behance.net/designerklebers/projects). Na renderização feita por Kleber Silva, a picape mistura elementos da nova Chevrolet S10 com a do Tracker.

Foto: GM Authorithy / Reprodução
Imagem: projeção de Kleber Silva

Pelo conjunto interessante e muito competitivo observado nos irmãos de plataforma, a sucessora da Montana deverá ser uma adição muito relevante ao segmento de picapes no Brasil. Vamos acompanhar de perto!

Foto: GM Authorithy / Reprodução
Foto: Kleber Silva / Reprodução

Há uma terceira renderização feita pelo GM Authority baseada no antigo visual da Chevrolet S10. Vale lembrar que as renderizações não são reconhecidas pelos fabricantes — que nem sempre gostam de vê-las publicadas, pois antecipam seus projetos. Essas projeções evoluem à medida que a mídia ou informantes vão conseguindo mais detalhes sobre os veículos.

Com a Chevrolet entrando no segmento da Toro, teremos em breve um segmento de picapes compactas bastante concorrido, com a nova Montana (ou outro nome que vier a ter), disputando espaço com a Ford Maverick, a Volkswagen Tarok, a Renault Oroch e a própria Fiat Toro.

Nesse caso, a GM terá que posicionar sua picape compacta de forma inteligente, permitindo que atuais clientes da Montana possam comprá-la e também que ela atenda aos fãs da S10 que a consideram muito grande e muito cara.

de uma picape que, ao invés dos atuais 4,5 m da Montana, deverá ter mais de 4,9 m de comprimento e cerca de 3 m de entre-eixos. Com motor 1.4 turbo, a nova picape Chevrolet cabine dupla deve custar pelo menos R$ 110 mil (a preços de hoje). Se vier equipada com o motor 1.0 turbo e/ou o 1.2 turbo, o preço deve partir de R$ 85 mil e/ou R$ 95 mil.

Ranking de Picapes

Fonte: Guia do Carro

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com