Nova presidência assume a ABCCRM e projeta crescimento

Nova presidência assume a ABCCRM e projeta crescimento

Novo presidente da ABCCRM, Luis Augusto de Camargo Opice (Foto: Divulgação/ABCCRM).

Aconteceu na tarde da última quarta-feira (3) a posse da Diretoria eleita para conduzir a Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo da Raça Mangalarga (ABCCRM) no triênio 2018-2020.

Liderada pelo novo presidente Luis Augusto de Camargo Opice, a chapa “União é a Nossa Marcha” também conta com Nelson Antonio Braido (vice-presidente Administrativo Financeiro), Josiane Cardoso Matta Vidotti (vice-presidente de marketing), Hamilton de França Leite (vice-presidente técnico), Alexandre de Oliveira Ribeiro (vice-presidente de fomento), José Luiz de Andrade Neto (vice-presidente de exposição e esporte) e Marcelo Cintra Zarif (vice-presidente de relações institucionais) na Diretoria Executiva da entidade.

Nova Diretoria Executiva e Adjunta da ABCCRM (Foto: Divulgação/ABCCRM).

Perguntado sobre os planos dessa gestão, Luis Opice afirmou que “o crescimento que nós programamos para os próximos três anos é de 25% ao ano, tanto no número de associados, quanto no de cavalos registrados e eventos”. E para atingir essa meta, uma das estratégias é aumentar o contato do Cavalo Mangalarga com os usuários, ampliando a quantidade de eventos promovidos pela raça com foco no lazer. De acordo com Opice, realizar cavalgadas, enduros, campeonatos de provas funcionais e incentivar a participação dos criadores em poeirões (encontros de lazer abertos a diferentes raças), são ações que promovem a cultura equestre e que estão nos planos para os próximos anos.

Outra coisa importante para a nova diretoria é o fortalecimento dos núcleos regionais da raça. “Vamos inverter o processo da centralização do poder para a descentralização. As atividades, a motivação e o entusiasmo tem que estar na ponta e não apenas no órgão central, e na ponta estão os núcleos. Eles é que estão em contato mais próximo com o mercado, com os usuários e com as pessoas de modo geral e que, portanto, sabem quais são seus gostos e preferências”.

Atualmente, a ABCCRM conta com mais de 14 núcleos espalhados por todas as regiões do Brasil. São Paulo concentra boa parte deles, mas há outros nos estados de Minas Gerais, Goiás, Paraná, Santa Catarina, Pará, Bahia (que é o núcleo mais forte da raça pelo número de eventos que organiza) e Distrito Federal. Além disso, novos núcleos estão sendo abertos em Pernambuco, Acre e Mato Grosso.

“O Mangalarga tem que buscar um crescimento dentro da própria evolução do mercado de cavalos no Brasil, que está aumentando. Já estivemos em posição de maior destaque e hoje estamos em quinto lugar como associação equestre, mas queremos voltar a ter números mais expressivos. E quanto mais gente se interessar por cavalo, melhor”, concluiu o novo presidente da ABCCRM.

Por Yahell Bonfim | Canal Rural