Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Novo caso atípico de vaca louca deixa setor pecuário em alerta

O ritmo de exportações deve cair a partir desta semana, mas agentes do mercado esperam que a retomada das vendas ocorra o mais breve possível.

Um novo caso atípico de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), mais conhecida como “mal da vaca louca”, foi confirmado no Brasil na quarta-feira (22) – desta vez, no Pará.

Segundo pesquisadores do Cepea, além de a liquidez interna permanecer lenta, um forte impacto ao setor é a suspensão dos envios da carne bovina brasileira ao maior destino da proteína nacional, a China, conforme indica protocolo sanitário oficial.

Esse fato frustra as expectativas do setor nacional, que vinha registrando desempenho recorde das exportações nas primeiras semanas de 2023. Vale lembrar que, no início de setembro de 2021, dois casos atípicos do “mal da vaca louca” foram registrados (em Mato Grosso e Minas Gerais).

Nos meses seguintes (outubro/21 e novembro/21), como resultado da suspensão dos envios da carne a alguns destinos, como a China, as exportações brasileiras caíram com força.

No mercado interno, os preços de negociação da arroba bovina recuaram expressivamente em setembro e outubro de 2021.

Segundo pesquisadores do Cepea, o ritmo de exportações deve cair a partir desta semana, mas agentes do mercado esperam que a retomada das vendas ocorra o mais breve possível, seja pela negociação entre as autoridades brasileiras e o mercado internacional, seja pela dependência mundial em relação à carne brasileira.

Fonte: Assessoria Cepea

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM