Novo fundo da Suno vai investir no agro

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Fiagros são fundos de investimentos nas cadeias produtivas agroindustriais e nesta reportagem há mais informações sobre eles e sua remuneração. 

A Suno Asset, gestora do grupo Suno, em parceria com a companhia Boa Safra Sementes (SOJA 3), lançou um fiagro híbrido na manhã desta segunda-feira (8). A rentabilidade alvo é de CDI +3% ao ano e a taxa de administração ficou em 0,91% ao ano. O fundo com gestão ativa não terá taxa de performance.

Fiagros são fundos de investimentos nas cadeias produtivas agroindustriais e nesta reportagem há mais informações sobre eles e sua remuneração. 

O produto será negociado na B3 por meio do código SNAG11 e com cotas no valor de R$ 100.  De acordo com a Suno, o fundo tem um montante inicial de R$ 150 milhões. Desse total, R$ 125 milhões são aplicados em Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs) que tem como objeto de investimento as dívidas da Boa Safra com os produtos finais de soja. Já os outros R$ 25 milhões serão destinados para o arrendamento de terras.

“Acreditamos no potencial do produto que estamos lançando. O Brasil é uma potência agrícola, com posição geográfica e condições climáticas favoráveis para o plantio de soja, commodity em que se concentra o fundo”, afirma Vitor Duarte, CIO da Suno Asset.

Já para Marino Colpo, CEO e co-fundador da Boa Safra Sementes, o fundo oferece ao investidor de pessoa física a oportunidade de participar do desenvolvimento da companhia e também do agronegócio. Segundo ele, é por meio do mercado financeiro que o setor irá conseguir recursos para os seus investimentos.

“Existe uma fome muito grande dos investidores no setor que é responsável por quase 30% do Produto Interno Bruto (PIB). Por isso, a nossa vontade de fazer com que esse Fiagro seja popular entre os investidores pessoa física. Esse é mais um passo inovador nas finanças do agronegócio brasileiro”, destaca Colpo.

Aos cotistas, a Suno Asset afirma que serão disponibilizados relatórios gerenciais mensais, além de comunicados entre outros informativos para oferecer transparência das operações e esclarecimento de eventuais dúvidas.

Fonte: Estadão Conteúdo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com