‘Nunca disse que ia tirar subsídios agrícolas’, afirma Paulo Guedes

‘Nunca disse que ia tirar subsídios agrícolas’, afirma Paulo Guedes

PARTILHAR
Paulo-Guedes
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Veja a declaração feita pelo Ministro da Economia do atual governo sobre a questão do subsídios do agronegócio brasileiro.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que nunca declarou a vontade de retirar subsídios para o setor agropecuário brasileiro, mas destacou que é necessário examinar algumas concentrações na questão da subvenção ao crédito. Durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal nessa quarta-feira, dia 27, ele ressaltou importância da agropecuária para o país e disse que sua equipe está atenta para o fortalecimento do seguro rural.

“É inconteste a importância do setor, o Brasil vive de exportações do setor agrícola. Nunca disse que ia tirar subsídios do setor agrícola, nunca fiz uma declaração contra o setor agrícola”, afimou ao responder questionamentos da senadora Kátia Abreu (PDT-TO). Paulo Guedes, no entanto, ressaltou que é necessário rever concentrações e fazer com que o crédito subsidiado chegue a mais produtores. “A gente tem que estar atento, se é pra dar subsídio para três ou quatro tradings globais, que pegam dinheiro barato, para fazer isso e enquanto isso milhões de produtores independentes estão sem esse crédito também, não queremos”.

O ministro também destacou a importância do seguro rural e sinalizou a possibilidade de aumento de recursos para a política. “Concordo que o principal risco sempre foram os problemas do tempo e de variação de preços. Eles oscilam selvagemente. Existem formas de lidar com isso, como o seguro agrícola. Queremos evitar concentração, já estamos atentos quanto ao seguro agrícola, é ferramenta importante”, declarou.

Guedes chegou a citar o exemplo da reação à importação de leite em pó como uma das medidas do governo que comprovam o olhar especial ao setor. “Ia haver importação de leite em pó, ia desorganizar milhões de pequenos produtores. A ministra da Agricultura veio até mim e eu falei que não pode, não deixa, bota um negócio qualquer pra compensar. A gente não quer de forma alguma desproteger o setor produtivo brasileiro”.

Questionamentos

A ex-ministra da Agricultura e senadora Kátia Abreu questionou o tamanho do seguro rural no país. “Nos EUA, o seguro agrícola é de 98%, e lá não tem nada de crédito subvencionado. Nós fazemos essa troca com tranquilidade. Se o senhor nos der 100% de seguro agrícola e de preço como é nos EUA, nós também não precisamos de subvenção para o financiamento”. Ela também mostrou preocupação com a questão dos subsídios, respondida posteriormente por Paulo Guedes. “Você não mentiu na campanha, quem não ouviu foram os ruralistas, que o senhor tiraria a subvenção da agricultura”. Ela também destacou que o dinheiro não é de graça . “Esses R$ 200 bilhões não são dados, são emprestados, nós vamos lá e pagamos”.

Fonte: Últimas de Brasília

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com