PARTILHAR

Um dos estados americanos mais armados do país, onde a caça é liberada o ano inteiro tem sofrido com a superpopulação do animal exótico.

Apesar de anos de intensa caça e armadilhas, o Texas está perdendo a guerra contra os porcos selvagens. Informações importantes e impactantes em artigo fala sobre o crescimento populacional desta espécie tão nociva a nossa fauna, flora, saúde pública e agropecuária. Estima-se que é necessário abater 7 em cada 10 javalis de uma área, somente para manter a população existente sem crescimento.

Pesquisas do Departamento de parques e vida selvagem do Texas começou a fazer o controle dos animais em 1982, mas desde então a população aumentou mais de 10 vezes, infelizmente a guerra contra eles está sendo perdida, enfatiza o texto. As leis no estado permite a caça do animal o ano todo, estima-se que são caçados quase 750 mil animais por ano.

Infelizmente, isso não é suficiente. Mesmo que ambientalistas e caçadores estejam matando aproximadamente 30% da população no Texas anualmente, o número de javalis ainda está crescendo cerca de 20% ao ano. Biólogos e gestores da fauna silvestre estimam que 70% deveriam ser mortos a cada ano apenas para manter a população.

Sim, você leu certo: 7 a cada 10 javalis devem ser mortos apenas para manter seus números atualmente.

Porque sua população cresce tão rápido?

A principal razão é que os javalis se reproduzem quase tão rapidamente quanto os coelhos. Eles se tornam sexualmente maduros antes de completarem um ano e podem produzir até três ninhadas de 6-8 leitões a cada ano.

Outra razão pela qual eles são difíceis de controlar é porque os porcos selvagens são animais muito inteligentes e resilientes. Eles respondem rapidamente à caça e mudam seus hábitos com muita facilidade, deixando areas passíveis de caçadores. Uma vez que eles são conhecidos por percorrer longas distâncias em busca de alimento, isso torna as medidas de controle de suínos de longo prazo difíceis e complicadas.

Porcos selvagens são um exemplo de espécie invasora que causam danos significativos à fauna nativa e ecossistemas. Além de competir diretamente com os veados por comida, eles danificam a vegetação que aves necessitam para sobreviver e se reproduzir, além de serem portadores de uma série de doenças, houve casos em que fontes de água potável foram contaminadas por excrementos de javalis selvagens. O artigo finaliza pedindo aos moradores do Texas ajudem no controle da praga.

Progressos no controle do Javali no Brasil

Uma instrução normativa publicada no Diária Oficial da União dia 04 de abril de 2019 fala sobre a autorização da caça. Um um dos artigos diz “O controle do javali será realizado por meios físicos, neles incluídos como instrumentos de abate as armas brancas e de fogo, sendo vedada a prática de quaisquer maus-tratos aos animais”.

O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, usou suas redes sociais para falar sobre o assunto – “Os javalis e java-porcos são animais exóticos, que foram indevidamente introduzidos e soltos, se proliferam sem controle e não possuem predador natural. Destroem nascentes, atacam pessoas e animais e ainda transmitem doenças como febre maculosa e precisam ser manejados (caçados)”.

Precisamos estar atentos para esse problema, é mais sério do que se imagina.

Artigo do Texas

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Fundador e editor do Compre Rural, pós graduado em Consultoria Web, especialista SEO e aspirante a produtor rural.